Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Renault: R$ 91 mil extras por empregado

Trabalho | 25/03/2014 | 18h46

Renault: R$ 91 mil extras por empregado

Acordo salarial no Paraná prevê o pagamento no triênio de 2014 a 2016

REDAÇÃO AB

Em assembleias realizadas pelo Sindicato dos Metalúrgicos da Grande Curitiba na terça-feira, dia 25, os cerca de 6 mil metalúrgicos da Renault, em São José dos Pinhais (PR), aprovaram o acordo salarial para o triênio de 2014 a 2016, que renderá R$ 91,1 mil a cada trabalhador, somados os três anos. Para a economia do Paraná, isso pode implicar a entrada de mais de R$ 690 milhões, segundo o Departamento Intersindical de Estudos Socioeconômicos (Dieese PR).

A proposta inclui Participação nos Lucros e Resultados (PLR), aumento salarial e implantação de vale-mercado. Em relação ao acordo anterior (de 2011 a 13), quando foram conquistados R$ 61.386, a evolução foi de 48,4%. A PLR somente deste ano será de R$ 24,8 mil, com antecipação de R$ 15,8 mil.

O Complexo Ayrton Senna Renault-Nissan emprega cerca de 6 mil trabalhadores diretos, sendo 4,9 mil diretamente na produção, onde são montados 60 veículos por hora, totalizando 1,2 mil unidades por dia. Ali são produzidos os Renault Logan, Sandero e Duster. Em outra ala são montados os Nissan Livina/Grand Livina, a picape Nissan Frontier e os utilitários Renault Master.

VEJA COMO FICOU O ACORDO

Reajuste salarial
2014: INPC + 2,5% de aumento real;
2015: INPC + 2,5% de aumento real;
2016: INPC + 2,5% de aumento real.

PLR (100% das metas)
2014: R$ 24,8 mil (antecipação de R$ 15,8 mil);
2015: corrigida pelo INPC + 2,5% da data-base do ano anterior;
2016: corrigida pelo INPC + 2,5% da data-base do ano anterior



Tags: Renault, Nissan, Sindicato, Metalúrgicos, Curitiba, Complexo Ayrton Senna Renault-Nissan, Logan, Sandero, Duster, Livina/Grand Livina, Frontier, Renault Master.

Comentários

  • Marcelo

    Olá, Verificar a quantidade informada na matéria com relação a capacidade da fábrica. Se ela faz "60 veículos por minuto" como mencionado no texto, em apenas uma hora seriam produzidos 3600 veiculos (60 x 60), porém em outro trecho do texto diz que o total de veículos produzidos por dia é 1200.... ou seja há uma incoerência em relação aos valores. Marcelo

  • paulo

    muito bom aqui o abc não chega nem perto,

  • paulo duraes

    Se pras quatro grandes está ruim, imagina pra renault!!!!

  • Mário Curcio

    Está certo, Santana. Outro erro no texto enviado pelo sindicato foi em relação às correções das próximas PLRs. Em vez de reajustadas pelo INPC mais 2% da data-base do ano anterior, como divulgado anteriormente, serão mais 2,5%.

  • valdir

    Sr Marcelo o numero de carros produzidos são por hora e não por minutos só para vc ficar exclarecido, isso descontando que há horário de refeição e pequenas pausas para café durante o dia que não são computadas ok,sem levar em consideração que lá em Curitiba na base deste Sindicato são 40 horas semanais como aqui na região do ABC,Taubaté e São Carlos. E destacar também que lá em Betim onde a Fiat impera como uma das grandes lideres nacional em produção e vendas a jornada é de 44 horas e os benefícios pagos não corresponde pelo que os trabalhadores merecem com PLR que não passam de 5 mil reais e não tem abono e os salários por hora são abaixo da média que e pago nessas regiões citadas acima , portanto temos que sempre destacar as vitorias que os trabalhadores conquistam para que os demais Sindicatos se empenhem em suas categorias para as melhores conquistas da classe trabalhadora.

  • valdir

    Sr Marcelo o numero de carros produzidos são por hora e não por minutos só para vc ficar exclarecido, isso descontando que há horário de refeição e pequenas pausas para café durante o dia que não são computadas ok,sem levar em consideração que lá em Curitiba na base deste Sindicato são 40 horas semanais como aqui na região do ABC,Taubaté e São Carlos. E destacar também que lá em Betim onde a Fiat impera como uma das grandes lideres nacional em produção e vendas a jornada é de 44 horas e os benefícios pagos não corresponde pelo que os trabalhadores merecem com PLR que não passam de 5 mil reais e não tem abono e os salários por hora são abaixo da média que e pago nessas regiões citadas acima , portanto temos que sempre destacar as vitorias que os trabalhadores conquistam para que os demais Sindicatos se empenhem em suas categorias para as melhores conquistas da classe trabalhadora.

  • Leandro Guarilha

    Existe uma grande discrepância entre a mentalidade das empresas neste país. Mesmo tendo os funcionário quase que como sócio ela ainda gera lucros suficientes para manter a operação e ainda ser lucrativa para os investidores. A Renault-Nissan, VW-Audi e a Volvo, todas empresas situadas no estado do Paraná, o que na relação entre as empresas e os sindicatos é tão diferente da relação entre as empresas de Rezende/RJ e os sindicatos da região, ou mesmo o que aconteceu com aguerrido sindicado do ABC que esta manso como um gatinho?

  • Jorge

    Parabéns para os grupos desta empresa, que valoriza seus trabalhadores com acordos excelentes. Uma empresa desta dá até gosto de trabalhar.

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência