Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Volvo CE: portfólio completo de máquinas de construção
Volvo CE espera vender 15 vibroacabadoras em 2014.

Lançamentos | 24/03/2014 | 22h30

Volvo CE: portfólio completo de máquinas de construção

Empresa passa a importar vibroacabadoras e a treinar clientes

CAMILA FRANCO, AB | De Curitiba (PR)

A Volvo Construction Equipment - que representa 20% dos negócios do Grupo Volvo no mundo, perdendo apenas em volume para as operações de caminhões, com 65% de participação - tem agora portfólio completo de produtos do segmento rodoviário na América Latina.

A fabricante começa a importar este mês da Alemanha vibroacabadoras para pavimentação de rodovias. Durante apresentação das máquinas à imprensa na segunda-feira, 24, Afrânio Chueire, que preside a Volvo CE na região, explicou que estes equipamentos não terão grande volume de vendas. Deverão ser comercializadas de 10 a 15 unidades este ano, segundo expectativas do executivo, que não revela preços.

Mas a importância delas está na complementação ao portfólio. “O nosso foco é atender por completo o segmento de construção rodoviária. E as vibroacabadoras eram as únicas máquinas que faltavam para conseguirmos atingir este objetivo. O nosso cliente agora pode contar com nossos produtos e serviços em todas as etapas da obra, desde a escavação até o acabamento final da estrada”, comenta Chueire.

Serão vendidas na América Latina, incluindo o Brasil que representa 70% dos negócios da Volvo CE na região, seis modelos de vibroacabadoras, três sobre esteiras e as demais sobre rodas. Segundo Boris Sanchez, gerente de engenharia de vendas da Volvo CE, as máquinas sobre esteiras têm mais facilidade de tração em rodovias, enquanto as que funcionam sobre rodas são mais ágeis e mais fáceis de serem transportadas.

“Elas têm uso distintos, por isso decidimos trazer modelos diferentes. Todas as máquinas são resultado de mais de seis décadas de experiência da Volvo na indústria de construção de estradas. Além disso, ambas têm a tradicional facilidade de operação dos equipamentos da marca. Todos os sistemas são intuitivos e simples de operar. E caso algum deles falhe, é possível substituí-lo imediatamente sem interromper o trabalho”, explica Sanchez.

Na visão dos executivos da Volvo, mesmo na véspera de um evento grande, como a Copa do Mundo, o Brasil tem muita obra pela frente. Babliton Cardoso, gerente de equipamentos rodoviários da Volvo CE, que assumiu o cargo com a chegada dos novos produtos, compara: “Os Estados Unidos têm 6,5 milhões de quilômetros de rodovias, sendo 4 milhões pavimentados. Mas o país transporta apenas 26% de seus produtos pelas estradas. Já no Brasil, de dimensão continental, 70% da produção é deslocada por rodovias. O problema é que as estradas brasileiras, a maioria construída a partir da década de 1960, ainda são muito precárias. A malha tem apenas 1,6 milhão de quilômetros, sendo apenas 15% dessa área asfaltada.”

“Estes dados dão noção de quanto o setor de máquinas de construção ainda tem para crescer e se desenvolver no Brasil. Hoje, a Volvo é uma das poucas marcas a oferecer uma linha completa de equipamentos”, completa Chueire.

Segundo o presidente, os 15 distribuidores da marca Volvo CE na América Latina, sendo seis no Brasil, já começam a vender os equipamentos em abril. O prazo de entrega para o cliente será de 60 a 90 dias. O lançamento oficial das vibroacabadoras está marcado para início de abril, do dia 9 a 11, durante a Brazil Road Expo, feira de equipamentos de construção realizada em São Paulo.

Como não têm peças nacionais, as vibroacabadoras não poderão ser financiadas pelo PSI/Finame, linha de financiamento do BNDES. Mas segundo Chueire elas poderão se encaixar em planos de financiamento do Banco Volvo. “Nós daremos mais detalhes de planos e preços durante apresentação dos produtos na feira”, promete. No mesmo evento, a marca deverá lançar linha motoniveladoras que podem ser operadas mais facilmente por joystick, além de novos compactadores de asfalto com desempenho mais uniforme e preciso.

ROAD INSTITUTE

Mas não basta oferecer novos produtos. A Volvo CE aposta na capacitação tanto da rede de concessionários quanto de seus clientes para fazer os negócios do segmento de construção rodoviária decolar. “Queremos entregar soluções consistentes e completas para o segmento de estradas”, salienta Cardoso.

Para tanto, a empresa traz para o Brasil o Road Institute, uma nova estrutura voltada para capacitação técnica de concessionários, clientes e usuários de vibroacabadores, rolos compactadores e motoniveladoras. Experts da Volvo CE vão ensinar no Instituto, que foi montado em Curitiba (PR), na sede da empresa, com várias pistas de testes que simulam estradas, como operar adequadamente cada máquina em tres níveis: básico, intermediário e avançado.

Já estão sendo treinados, em módulos de 20 a 40 horas, distribuidores neste primeiro semestre de 2014. No segundo, começam os cursos teóricos e práticos para orientar profissionais que executam obras rodoviárias e também os que planejam e coordenam equipes. As inscrições poderão ser feitas por meio do site da Volvo.

“A maioria das nossas rodovias estão ruins por falta de trabalho feito adequadamente. O problema não está no asfalto utilizado, mas no mal uso dos equipamentos de construção, o que acaba em muito dinheiro público e privado disperdiçado”, conclui Cardoso.



Tags: Volvo CE, máquinas, construção, Afrânio Chueire, equipamentos.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência