Automotive Business
  
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Indústria | 12/03/2014 | 13h14

GM: novo investimento deve ser anunciado no 1º semestre

Montadora quer focar em renovação de produtos e capacidade produtiva

SUELI REIS, AB | De Joinville (SC)

A General Motors prepara um novo ciclo de investimento no Brasil com foco em renovação de portfólio e aumento de capacidade produtiva, anúncio que deve ser feito ainda neste primeiro semestre, afirma o presidente da GM no País, Santiago Chamorro. Contudo, a empresa analisa diversos fatores que pesam sobre a decisão:

“Estamos de olho no cenário de 2014 e avaliando todas as perspectivas para tomar decisões sobre capacidade”, reforçou Chamorro após cerimônia de entrega da certificação internacional de sustentabilidade LEED (Leadership in Energy and Environmental Design) para a fábrica de motores de Joinville (SC), na quarta-feira, 12.

Segundo o executivo, ainda não há definição do valor estimado ou se o aporte será dedicado exclusivamente a uma fábrica, como o complexo de São José dos Campos: “Nossa ideia de renovação de produtos passa por todas as fábricas e renovação sempre traz atualização e adaptação das plantas”.

Fatores como manutenção do mercado e a iminente queda das exportações de modelos da marca figuram o topo da lista de itens que vão influenciar sobre a decisão de investir em aumento da capacidade produtiva no País.

“Avaliando o cenário para 2014, indicamos manutenção dos volumes de vendas, mais ou menos com o mesmo nível do ano passado, para algo como 3,75 milhões de unidades, mas se olharmos para a média diária de vendas, há uma tendência de queda. Esta dinâmica também está sendo observada no mercado argentino, para o qual o Brasil destina mais de 70% de seu volume de exportação”, acrescenta.

Os números da própria GM mostram a decadência das vendas na Argentina: enquanto a marca enviou 74 mil veículos para lá em 2013, a estimativa para este ano é que este volume não ultrapasse as 54 mil unidades. No geral, as exportações da GM somaram 104 mil unidades no ano passado e para 2014 as projeções apontam para volume entre 70 mil e 80 mil, incluindo conjuntos de CKD.

Já para o mercado doméstico, Chamorro indica que este ainda sentirá os efeitos conjunturais da economia, como a alta dos juros, o menor apetite dos bancos em conceder crédito, além da pressão dos preços a partir da desvalorização do real sobre o dólar. Mas o cenário desafiador não tira o otimismo de Chamorro, que promete dois lançamentos de veículos neste ano para o mercado brasileiro, mas ele prefere não dar quaisquer pistas sobre quando e de quais categorias.

“Em breve, vocês terão novidades”, conclui.



Tags: General Motors, GM, investimento, Santiago Chamorro, renovação, capacidade produtiva.

Comentários

  • Thales

    A GM só não faliu de vez porque o pseudo governo americano salvou eles com o dinheiro do contribuinte, já fui um fã da marca mas hoje em dia jamais compraria um "zero km" e explico. Reparem na decadência, uma empresa que fabricava Monza, kadett Omega 4.1, Blazer V6 com motor Vortec, Vectra GSI, Astra e hoje em dia só "bagaças" tipo Celta 1.0, TRagile (Agile), Cobalt carro ridiculo que não aguenta temporal e tem 30 CV a menos que um Astra, Onix (piada total esse carro "global") e outros lixinhos de plastico pra brazuca otário pagar super caro. Todos esse modelos não chegam nem perto de um Honda Accord ou um Toyota Camry. Aconselho todos que conheço a jamais comprar carro zero, não de dinheiro pra "corte" ou seja impostos abusivos pros governos e margem de lucro abusivas dessas montadoras picaretas.

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência