Automotive Business
  
ABLive

Notícias

Ver todas as notícias

| 27/11/2008 | 00h00

É viável o caminho do E85 para o Brasil?

Henrique Pereira, gerente da General Motors, voltou a defender o caminho do E85 para o Brasil durante o seminário Biocombustíveis e Mobilidade, promovido pela SAE Brasil dia 24 de novembro em São José dos Campos, SP.

Automotive Business

Henrique Pereira, gerente da General Motors, voltou a defender o caminho do E85 para o Brasil durante o seminário Biocombustíveis e Mobilidade, promovido pela SAE Brasil dia 24 de novembro em São José dos Campos, SP. “Trata-se de uma proposta da equipe de engenharia da montadora” – disse a Automotive Business, justificando que a mistura de 15% de gasolina ao álcool anidro para distribuição resolveria a questão da partida a frio. O sistema colocaria o Brasil também como um fornecedor global de sistemas E85, adotado nos Estados Unidos e alimentado por álcool de milho. “O mundo caminha nessa direção. Por que o Brasil deve ter um sistema próprio e único?” – indaga. A idéia, é claro, provoca controvérsias. Sistemistas, como Bosch e Delphi, já têm soluções capazes de solucionar a partida a frio, com uso de uma resistência para aquecimento do combustível. A Renault também já demonstrou interesse pelo emprego do sistema para o E85 no Brasil. Leia mais a respeito na coluna do Fernando Calmon nº 499, neste website.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência