Automotive Business
  
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Lucro do Grupo VW cai pela metade em 2013

Balanço | 24/02/2014 | 19h30

Lucro do Grupo VW cai pela metade em 2013

Mas resultados financeiros são robustos e operação segue lucrativa

REDAÇÃO AB

O Grupo Volkswagen apurou lucro líquido de € 3 bilhões em 2013, cifra 51,8% menor do que a obtida em 2012, segundo resultados preliminares divulgados na sexta-feira, 21 – o balanço completo será publicado em 13 de março próximo. O lucro após impostos seguiu a mesma tendência e totalizou € 9,1 bilhões, 58,2% menor do que no ano anterior. Mas a companhia seguiu com números robustos e atribui a grande queda ao efeito da inclusão dos ativos da Porsche, adquirida um ano antes, que acabou por inflar os ganhos de maneira extraordinária em 2012, fato que não se repete após a integração total da empresa ao grupo.

O lucro operacional do grupo seguiu estável e robusto: € 11,6 bilhões, em pequena alta de 1,5%. Esse resultado é atribuído à operação principal da companhia (produzir e vender veículos), que não sofreu o efeito extraordinário da aquisição da Porsche. A empresa soube preservar sua liquidez e terminou o ano com o caixa cheio, somando € 16,8 bilhões, valor quase 60% maior do que um ano antes. Com isso, o grupo irá propor em sua assembleia geral de acionistas no próximo 13 de março um aumento de 20,6% nos dividendos a serem pagos a cada ação ordinária (€ 4,00) e de 17,8% para ações preferenciais (€ 4,06), mais próximo da meta de 30% no médio prazo.

“Apesar do difícil ambiente competitivo, mais uma vez ganhamos a preferência de consumidores ao redor do mundo. Atingimos e até excedemos nossas metas para 2013”, avaliou Martin Winterkorn, presidente do Grupo VW.

O faturamento também seguiu estável, somando € 197 bilhões, em leve expansão de 2,2% sobre 2012. As mais de 10 marcas do Grupo VW entregara aos clientes no mundo todo 9,7 milhões de veículos, em crescimento moderado de 4,9% ante o ano anterior. O impulso veio especialmente das operações na China, maior mercado automotivo do mundo, onde a Volkswagen tem duas joint ventures e lidera as vendas no país.

Para este ano, o Grupo VW espera a continuação de condições severas de mercado, com competição feroz e movimentos cambiais que podem prejudicar os resultados – como o caso da desvalorização da moeda brasileira, que puxa para baixo o lucro convertido para o euro. A companhia projeta crescimento moderado do faturamento em torno de 3% sobre 2013, com margem de lucro operacional de 5,5% a 6,5%.

“Este ano o Grupo Volkswagen vai seguir adiante com ofensivas de produtos em todas as suas marcas. Vamos sistematicamente expandir nossa oferta com a introdução de veículos atraentes e amigáveis ao meio ambiente”, promete Winterkorn.



Tags: Volkswagen, Grupo VW, resultado, balanço, lucro.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência