Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Autopeças: déficit em 2013 beirou US$ 10 bi

Balanço | 14/02/2014 | 18h22

Autopeças: déficit em 2013 beirou US$ 10 bi

Total de US$ 9,89 bilhões representa alta de 62% sobre 2012

REDAÇÃO AB

A balança comercial do setor de autopeças de 2013, elaborada com os dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), encerrou o ano com déficit comercial de US$ 9,89 bilhões. O valor representa alta de 62% em relação ao saldo negativo registrado em 2012, de US$ 6,1 bilhões.

No sentido oposto, as exportações para 184 países fecharam o ano com queda de 6,9% ante 2012, totalizando US$ 9,85 bilhões. Já as importações, provenientes de 165 nações, apresentaram alta de 18,3%, chegando a US$ 19,75 bilhões. Os quatro maiores compradores de autopeças brasileiras foram, pela ordem, Argentina, Estados Unidos, México e Alemanha. Destes, a maior retração (14,1% ante 2012) ocorreu para os EUA. A Argentina adquiriu US$ 3,85 bilhões, registrando queda de 3,75%.

Vieram dos Estados Unidos, Alemanha, Japão e China os maiores valores em componentes automotivos. Destes, a alta mais expressiva nas compras (18,75% sobre 2012) também ocorreu para os Estados Unidos. O quinto maior fornecedor de componentes ao Brasil foi a Coreia do Sul (US$ 1,65 bilhão, próxima da China, com US$ 1,69 bilhão).

Vale ressaltar que enquanto as compras provenientes de fabricantes chineses cresceram 20,4% sobre 2012, as da Coreia do Sul subiram 50,8% no mesmo período.

Veja aqui o estudo completo da balança comercial do setor de autopeças elaborado pelo Sindipeças.



Tags: Déficit, balança comercial, autopeças, Argentina, Estados Unidos, México, Alemanha, China, Coreia do Sul, exportações, importações.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência