Automotive Business
  
ABLive

Notícias

Ver todas as notícias

Balanço | 13/02/2014 | 12h43

Vendas da Faurecia atingem € 18 bilhões em 2013

América do Sul e Ásia tiveram papel importante na alta de 5% registrada pela companhia

REDAÇÃO AB

A Faurecia registrou em 2013 um crescimento de 5% nas vendas totais na comparação com 2012. A empresa atingiu € 18 bilhões (€ 13,6 bilhões de vendas de produtos), com lucro operacional de € 538 milhões.

A Ásia e a América do Sul tiveram papel importante no desempenho da companhia. As vendas na Ásia cresceram mais de 20% pelo sétimo ano consecutivo. Na América do Sul, superaram os 26% de alta.

O plano de ação da Faurecia para gerar caixa trouxe resultados e o grupo obteve fluxo de caixa líquido de € 144 milhões, acima dos objetivos. Segundo a empresa, sua dívida teve redução de € 290 milhões.

VENDAS POR REGIÃO

Na América do Sul, as vendas de produtos chegaram a € 717 milhões, resultando em aumento de 26,3% sobre o mesmo período em 2012. No segundo semestre de 2013, as vendas de produtos aumentaram 21,7% na região por causa da divisão de exteriores de veículos. A participação do Brasil foi de 83% no Brasil. A Argentina respondeu por 15% e o Uruguai, 2%.

Na América do Norte, o fornecimento somou € 3,71 bilhões, resultando em discreto aumento de 1,3% em relação a 2012, enquanto a produção de automóveis na região subiu 5%. Na Europa, as vendas da Faurecia se mantiveram estáveis, com € 7,41 bilhões. Na Ásia, suas entregas atingiram € 1,71 bilhão, resultando em aumento de 24,3% em relação a 2012. Somente na China, as vendas somaram € 1,39 bilhão.

VENDAS POR DIVISÃO DE NEGÓCIOS

Para a fabricante de peças e sistemas, a divisão de negócios com o crescimento mais dinâmico foi a de tecnologia de controle de emissões. As vendas de produtos somaram € 6,4 bilhões de euros, alta de 7,3% sobre 2012. O segmento de assentos automotivos da empresa alcançou € 5,2 bilhões, alta 3,4%.

A divisão de sistemas de interiores registrou vendas de € 4,6 bilhões, acréscimo de 4,1% sobre 2012. A de exteriores foi de € 1,9 bilhão, um aumento de 3,9% em relação a 2012.

FLUXO DE CAIXA E REDUÇÃO DA DÍVIDA

O fluxo de caixa líquido da Faurecia foi de € 144 milhões, impactado positivamente pela adoção de estratégia comercial seletiva. No fim de 2013, a dívida financeira líquida do grupo chegou a € 1,52 bilhão, ante € 1,81 bilhão em 2012. Para 2014, a Faurecia estima aumento de 3% da produção automotiva global.

Para a Europa, a empresa prevê estabilidade ou até 2% de alta; na América do Norte, até 3%; na China, 7% e na América do Sul, ao menos 4%. Assim, a empresa estima que o ano fiscal de 2014 apresente entre 2% e 4% de aumento nas vendas, crescimento no lucro operacional (entre 20 e 50 pontos base) e fluxo de caixa líquido positivo.



Tags: Faurecia, assentos automotivos, controle de emissões, caixa líquido.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência