Automotive Business
  
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Segurança | 31/01/2014 | 17h25

Global NCAP: carros na Índia apresentam defasagem de 20 anos

Cinco modelos zeraram nos testes de colisão

REDAÇÃO AB

O Global NCAP, órgão que promove testes de impacto para verificar a segurança de veículos, divulgou na sexta-feira, 31, resultado de avaliação com cinco modelos populares do mercado indiano: Volkswagen Polo, Ford Figo, Hyundai i10, Tata Nano e Maruti Suzuki Alto 800, o carro mais vendido no país.

Todos eles, que juntos representaram cerca de 20% das vendas em 2013, zeraram no quesito de proteção ao adulto. No de proteção a crianças, apenas o Volkswagen ganhou três estrelas das cinco possíveis. Os modelos Suzuki e Ford ficaram com duas. O Hyundai, com apenas uma. O Tata também não conseguiu estrelas nesta categoria. O desempenho destes veículos comprova que a segurança não é prioridade das montadoras em mercados sem normas nem maior exigência dos consumidores. Em mercados maduros e regulados, os mesmos fabricantes internacionais colocados à prova na Índia costumam se sair bem melhor nos testes de impacto do NCAP.

NCAP-India/

Max Mosley, presidente da Global NCAP, declarou em nota: “A Índia é hoje um centro mundial de venda e produção de veículos compactos. Por isso é preocupante ver neste mercado carros com nível de segurança ultrapassada, de 20 anos atrás dos modelos cinco estrelas vendidos na Europa e na América do Norte. Eles têm uma estrutura pobre e não são equipados com airbags. Estão colocando a vida dos indianos em risco. Esses consumidores têm o direito de saber o quão seguro são os seus veículos e de esperar o mesmo nível básico de segurança oferecido em outros lugares do mundo.”

As estruturas dos modelos Suzuki, Hyundai e Tata, após colisão frontal a 64 km/h, mostraram-se inadequadas, pois tiveram grandes deformações. “Apresentaram altos riscos de lesões fatais para os ocupantes adultos”, aponta o relatório do Global NCAP. As carrocerias são tão ruins que o até uso de airbags, inexistentes nesses modelos, seria ineficiente. O Ford Figo e o Volkswagen Polo têm estruturas estáveis, mas também não são equipados com o sistema de bolsões. “Se tivessem airbags, suas notas seriam melhores.”

Coincidentemente, ao mesmo tempo em que o teste do Polo básico sem airbag era realizado, a Volkswagen decidiu tirá-lo de linha. A marca vende agora na Índia só unidades com o sistema de segurança ativa. Por isso, o Global NCAP concordou em reavaliar o veículo com os dois airbags dianteiros. O novo teste foi patrocinado pela VW e realmente modificou a pontuação do modelo, que subiu para quatro estrelas no quesito de proteção aos adultos. Nenhum dos outros fabricantes instalaram o sistema de segurança em seus veículos.

No quesito de proteção às crianças, os modelos se saíram mal porque as cadeirinhas recomendadas pelas montadoras eram incompatíveis com os seus cintos de segurança. No Tata Nano, não havia sequer cinto de três pontos nos bancos traseiros, o que impossibilita a instalação da cadeirinha e, consequentemente, o transporte seguro de crianças.

Os veículos também foram submetidos à colisão frontal em uma velocidade menor, de 56 km/h, como determina teste básico de segurança da ONU, aplicado em países como Austrália, China, União Europeia, Japão e Malásia. De todos os carros, apenas o Volkswagen Polo com duplo airbag dianteiro conseguiu ser aprovado.

Rohit Baluja, presidente do instituto indiano de educação no trânsito, comentou: “Estes resultados mostram que a Índia se beneficiaria enormemente com a introdução de normas mínimas de segurança e informações mais claras sobre a proteção oferecida pelos modelos novos. Muitos carros fabricados na Índia e que são exportados apresentam níveis de segurança superiores, o que comprova que não é uma questão de know-how ou capacidade produtiva. A indústria automobilística indiana precisa apenas dos incentivos adequados. Com as normas mínimas de segurança da ONU e informações claras para os consumidores, a Índia poderá produzir carros que são tão bons como os da Europa e dos Estados Unidos.”

Confira o filme do crash test do Tata Nano, que tirou nora zero:



Tags: Global NCAP, segurança, Índia, veículos, Volkswagen, Polo, Maruti Suzuki Alto 800, Ford, Figo, Hyundai, i10, Tata, Nano.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência