Automotive Business
  
ABLive

Notícias

Ver todas as notícias

Transportes | 15/01/2014 | 12h43

Volvo: dirigimos o caminhão mais potente feito em série

Com 750 cavalos, o FH 16 750 faz bonito até no Autódromo de Interlagos

MÁRIO CURCIO, AB

Seu motor de 16 litros e 750 cavalos é o mais potente que qualquer caminhão de série pode ter no mundo. De tão grande, o veículo impõe respeito até parado. Na hora de andar, vida mansa para o motorista, nada de pedal de embreagem: a transmissão i-Shift de 12 marchas permite trocas sequenciais ou automáticas. Assim é o Volvo FH 16 750, trazido da Suécia para o mercado brasileiro desde o fim do ano passado pelo preço sugerido de R$ 1 milhão - o que faz dele também o caminhão mais caro do mundo.

No Autódromo de Interlagos, Automotive Business conferiu de perto o bom desempenho e conforto desse cavalo mecânico fabricado em Gotemburgo. Liberado o freio de estacionamento, saímos em direção ao S do Senna. Vem a reta oposta, que acaba rápido, devorada pelo apetite do motor. No modo automático do câmbio, as trocas ocorrem abaixo de 2 mil rpm.

Falar do desempenho nas curvas do miolo do circuito seria bobagem, já que foram todas feitas muito devagar, por segurança, mas é na junção, onde começa a subida em direção à reta dos boxes, que este Volvo prova a vantagem de ter um motor de grande cilindrada. São 16 litros, que resultam no colossal torque de 3,5 mil newtons/metro, suficientes para puxar até 250 toneladas de carga.

Durante o evento em Interlagos, até mesmo jornalistas habituados a avaliar caminhões desciam da cabine rindo sozinhos depois do test drive, satisfeitos com a novidade. A repórter de uma emissora de TV repetiu algumas vezes que era mais fácil dirigir aquele Volvo do que seu carro. Entre os recursos há até suspensões pneumáticas ajustáveis por controle remoto.

Volvo
Painel de instrumentos é bastante atual e lista de itens inclui bafômetro, que bloqueia a partida se o motorista estiver alcoolizado. Suspensão pneumática pode ser ajustada por controle remoto. Segundo o diretor Bernardo Fedalto, mais de 15 unidades já foram vendidas (fotos: Mário Curcio)

Depois de vencer os degraus até a cabine, o motorista encontra muito espaço e altura útil de 2,1 metros. Na parte de trás da cabine, um beliche garante o descanso nas paradas.

“O novo modelo FH foi lançado na Europa no segundo semestre e nós o trouxemos para a Fenatran”, afirma o gerente de engenharia de vendas, Álvaro Menoncin. “É um modelo 8x4, ideal para transporte de cargas indivisíveis. Sua Capacidade Máxima de Tração (CMT) é de 250 toneladas”, recorda.

O FH 16 750 é apropriado para o transporte de turbinas, transformadores, componentes para plataformas de exploração de petróleo e maquinário para a indústria de base, por exemplo. Inclusive, o modelo dirigido já tem dono e vem carregando vigas para a construção do monotrilho da zona sul da cidade de São Paulo.

“Já vendemos mais de 15 unidades. Nosso projeto inicial é vender 30. Isso pode ocorrer no primeiro semestre ou até o fim de 2014”, afirma o diretor de caminhões da Volvo no Brasil, Bernardo Fedalto. “Ele será necessário em obras de infraestrutura. É um mercado que exige alta potência e capacidade de tração.”

DESEMPENHO DA COMPANHIA EM 2013

O ano que terminou foi de recuperação para os caminhões, que experimentaram retração em 2012 com a entrada em vigor do Proconve P7. Em 2013, o setor se recuperou e a venda de caminhões pesados cresceu 34,5%. Nesse segmento a Volvo teve o segundo maior volume de vendas, com quase 15 mil unidades, atrás apenas da Scania, que se aproximou das 18 mil.



Tags: Volvo, FH 16 750, 750 cv, i-Shift, Suécia, Gotemburgo, Suécia, Álvaro Menoncin, Bernardo Fedauto.

Comentários

  • Feliciano JR

    Muito lindo, mas que teste é este ?? no tapete de interlagos?? só o cavalo ?? sem carga ?? não entendi ??

  • luiz sergio de gouveia

    eu tive na fenatran e pude ver de perto esse colosal caminhao que dispensa comentario, e simplemente um volvo essa marca ja diz tudo!!!

  • Renato

    Muito lindo, já vi muitos tecnólogias em várias marcas, mas igual á volvo é impossível, sou apaixonado pela volvo. se eu pudesse teria um, muito lindo amo á volvo caminhões um grande abraço de um admirador dessas máquinas terrestres. Que Deus abençoe, todos que põe á mão nesta marca.

  • Sullywan s. Marques

    A volvo um símbolo que nos representa muito bem, força, desempenho, capacidade, resistência enfim... Passo horas fazendo pesquisas e não encontro nada que possa ser comparado ao poder dessa marca, e o Fh 16 750 é algo diferente incomparável, sem palavras definitivamente o caminhão mais potente desse universo, em 2013 a Scania superou em vendas por conta de preço pois alguns só analisam valores de tabela pessoas que não sabem que existem muitas outras coisas que superam dinheiro, por exemplo qualidade, conforto segurança, essas coisas não tem preço principalmente nas estradas, será que o risco que se corre nas estradas já não são suficientes pra escolhermos o melhor? Quer o melhor? Adquira um VOLVO, em pouco tempo vc. vai ter essa diferença de preço inicial totalmente recuperada , porque a volvo surpreende.... Sem contar que o mundo trata melhor quem se veste bem....

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência