Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Engenharia | 12/12/2013 | 21h15

AEA: Inovar-Auto foi o foco de 2013 e continuará sendo em 2014

Publicará no ano que vem manual técnico para empresas entenderem novo regime

CAMILA FRANCO, AB

Discutir os impactos do Inovar-Auto, o novo regime automotivo em vigor no Brasil até 2017, foi a principal missão da Associação Brasileira de Engenharia Automotiva, a AEA, em 2013 e continuará sendo em 2014, segundo Antonio Megale, seu presidente, que fez balanço positivo em evento em São Paulo na quinta-feira, 12.

“A engenharia brasileira vem ganhando importância desde o Proálcool, nos anos 1980, de depois com a tecnologia flexfuel, no início de 2000. Mas, com o novo regime automotivo, ela teve destaque sem precedentes na história da indústria automobilística nacional”, avalia Megale.

Para esmiuçar o novo regime, a associação realizou em 2013 seminários de emissões, de eletroeletrônica e de segurança veicular, simpósios internacionais de engenharia automotiva (Simea), de combustíveis, de lubrificantes, aditivos e fluídos, além de 18 cursos presenciais e dois online e de duas premiações (Prêmio AEA de Meio Ambiente e Prêmio AEA Destaque Novos Engenheiros). Fora isso, os trabalhos das comissões técnicas envolveram mais de 700 engenheiros e técnicos automotivos. Sem deixar temas como reciclagem veicular e renovação de frota de fora dos debates.

De todas as atividades correlacionados ao Inovar-Auto, a AEA diz que a mais importante foi a criação do “Grupo de Trabalho Especial de Inovação”, uma iniciativa da associação em parceria com a ANPEI (Associação Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento das Empresas Inovadoras) e a Inventta BGI, consultoria em inovação tecnológica. Este grupo ganhou apoio da Anfavea, a associação dos fabricantes de veículos, e também do MDIC (Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior) e do MCTI (Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação).

Juntos, os participantes do grupo começaram em 2013 e continuarão em 2014 a formatação de um manual técnico que ajudará as empresas a entenderem como deverão trabalhar diante do novo regime. Megale promete publicá-lo ainda no ano que vem com apoio dos ministérios : “Este documento é muito importante ajudará, sem dúvida, as empresas direcionar os dispêndios necessários. É com esse espírito de atender a demanda do Inovar-Auto que a AEA, no ano que vem, quando completa 30 anos, vai reforçar ainda mais o seu portfólio de produtos e serviços a favor da modernização da indústria automobilística brasileira.”



Tags: AEA, engenharia, Inovar-Auto.

Comentários

  • RICARDO ZAPPOLI

    O INOVAR AUTO, como programa de apoio ao adensamento da cadeia produtiva de automóveis beneficia diretamente apenas as montadoras, mas isso não quer dizer que não haja benefícios indiretos para a industria de autopeças e fornecedores de serviços para o desenvolvimento dos automóveis. Em breve teremos o INOVAR PEÇAS, direcionado ao conteúdo nacional dos componentes dos veículos fabricados aqui, alem disso é necessário que não só a obrigatoriedade desses aspectos seja cobrada, mas que sejam fomentadas as parcerias e que fique claro a participação dos sistemistas e ate pequenas industrias no cumprimento das etapas do processo de fabricação, ferramentaria com consequente reciprocidade do Desenvolvimento de seus fornecedores pelas montadoras. Oque pode gerar um credito presumido maior do que é gerado apenas com o desenvolvimento de um novo modelo e/ou tecnologia de obvia identificação no produto, o processo é ainda pouquíssimo avaliado nesse sentido.

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência