Automotive Business
  
ABLive

Notícias

Ver todas as notícias

Balanço | 01/11/2013 | 18h30

Paccar: lucro líquido cai 2,44% de janeiro a setembro

No último trimestre, houve alta de 32%; grupo espera bom desempenho com estreia no Brasil

REDAÇÃO AB

O grupo norte-americano Paccar divulgou relatório financeiro referente ao período de janeiro a setembro deste ano. O fabricante de caminhões anotou lucro líquido de US$ 837,1 milhões no período, o que representa uma queda de 2,44% em relação aos US$ 858,1 milhões obtidos em igual intervalo de 2012. O faturamento também teve retração: de 3,8%, passando de US$ 13 bilhões no ano passado para US$ 12,5 bilhões este ano.

Em nota, Mark Pigott, presidente e chefe-executivo da Paccar, se diz satisfeito porque o grupo conseguiu um desempenho positivo no último trimestre. Nos meses de julho, agosto e setembro, a companhia conseguiu lucro líquido de US$ 309,4 milhões, 32% a mais do que os US$ 233,6 milhões levantados no mesmo intervalo do ano passado. No último trimestre, a Paccar faturou US$ 4,3 bilhões, alta de 13% sobre os US$ 3,8 bilhões de 2012.

“O aumento das entregas de caminhões, vendas recordes de autopeças no aftermarket e os serviços financeiros contribuíram para os ganhos deste trimestre. Estou muito orgulhoso pelo trabalho dos nossos 22,7 mil empregados que entregam produtos e serviços líderes em todo mundo”, declarou em nota Mark Pigott. Segundo o executivo, a Paccar investiu US$ 190,5 milhões em pesquisa e desenvolvimento de janeiro a setembro deste ano.

BRASIL

No mesmo relatório, Bob Christensen, vice-presidente executivo e diretor financeiro da Paccar, ressalta que o Grupo Paccar, por meio de sua marca DAF, investe US$ 320 milhões no Brasil para produção de caminhões pesados em Ponta Grossa (PR) (leia aqui).

O vice-presidente acredita que o mercado brasileiro de caminhões pesados ultrapassará 145 mil unidades em 2013 e deverá crescer ainda mais nos próximos anos, contribuindo positivamente com os resultados financeiros da Paccar. O maior e mais rápido crescimento no Brasil, segundo ele, é visto no segmento de caminhões premium, ao qual o DAF XF 105, que está sendo lançado, pertence.

EUROPA

Na Europa, mercado em que a Paccar é líder, os executivos do grupo acreditam que as vendas de caminhões ficarão em torno de 200 mil a 230 mil unidades. As vendas da DAF por lá cresceram 70% no terceiro trimestre em comparação com o mesmo intervalo do ano passado. A participação da marca no segmento acima de 16 toneladas é de 15,9%.



Tags: Paccar, balanço, DAF, vendas.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência