Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Negócios | 30/09/2013 | 19h50

Ford compra a empresa de software Livio

Montadora planeja aumentar a conectividade a bordo de seus automóveis

REDAÇÃO AB

A Ford acaba de adquirir a Livio, empresa norte-americana que produz equipamentos e ferramentas de software para suportar a conectividade de smartphones nos veículos. Em comunicado distribuído na segunda-feira, 30, a montadora diz que planeja aumentar a conectividade a bordo de seus carros.

"Com a experiência adicional que a Livio nos traz, a Ford pretende liderar a próxima geração de conectividade nos veículos, avançando na tecnologia para dar aos consumidores mais opções de acessar seus aparelhos a bordo", comentou na nota Paul Mascarenas, vice-presidente de pesquisa e inovação da Ford.

Com o negócio, a Livio será uma subsidiária totalmente controlada pela Ford Global Technologies, que gerencia todos os aspectos de propriedade intelectual da Ford. A Livio funcionará como um departamento separado dentro da engenharia de sistemas elétricos e eletrônicos da Ford, integrado às operações de conectividade da marca. O acordo dá à Ford acesso a um amplo grupo de desenvolvedores de aplicativos, ao mesmo tempo em que permite à Livio manter a sua independência e abordagem empreendedora.

Segundo dados apurados pela Ford, em 2012, mais de 1,9 milhão de veículos foram fornecidos com soluções integradas para smartphones. Esse número deve atingir 21 milhões de veículos até 2018, segundo dados da GSMA, que representa a indústria da mobilidade global, e da SBD, empresa de consultoria em tecnologia automotiva, ambas com sede em Londres.



Tags: Ford, Livio, software, conectividade.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência