Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Lançamentos | 25/09/2013 | 02h52

VW Constellation recebe três novas opções de 420 cv

Equipadas com motor Cummins ISL e câmbio automatizado, elas partem de R$ 320 mil

MÁRIO CURCIO, AB | De Resende (RJ)

Para aumentar a gama de seu caminhão mais vendido no País, o VW Constellation, a MAN Latin America lançou três novas opções, todas com motor Cummins ISL de 420 cv de potência: 19.420 (R$ 320 mil), 25.420 (R$ 330 mil) e 26.420 Tractor (R$ 347 mil). A apresentação dos veículos em Resende (RJ) antecipa sua estreia no 19º Salão Internacional do Transporte (Fenatran), que ocorre entre os dias 28 de outubro e 1º de novembro no Anhembi.

Eles surgem pouco mais de um mês depois de a Ford ter lançado os extrapesados Cargo 2042 4x2 e 2842 6x2, também com 420 cv, mas motor FPT e preços sugeridos entre R$ 260,9 mil e R$ 294,9 mil. Contudo, o argumento da MAN Latin America para as novas opções não foi a concorrência, mas uma nova demanda dos frotistas decorrente da Lei do Caminhoneiro, “que obriga ao aumento do número de paradas e gerou a necessidade de um caminhão capaz de manter maior média horária”, afirma o vice-presidente de vendas, marketing e pós-vendas, Ricardo Alouche.

De acordo com estudos apresentados pelo vice-presidente da companhia, a legislação implicou um aumento de 32% dos custos a cada cinco dias de viagem. E a duração de muitas viagens de 1,5 mil km subiu de três para quatro dias.

“Com mais potência, a elevação da média horária de 50 para 60 km/h resulta em aumento de 20% da produtividade”, diz Alouche (numa puxada de quatro horas passa-se de 200 para 240 km percorridos).

Como item de série, a nova gama Constellation de 420 cv traz a transmissão automatizada V-Tronic de 16 marchas. Fabricada pela ZF, permite trocas automáticas ou sequenciais, por toques na alavanca de mudanças.

Os caminhões têm ainda controle de tração, auxílio para partida em rampa, freios com sistema antitravamento (ABS), distribuição eletrônica da força de frenagem (EBD), vidros, travas e retrovisores com acionamento elétrico, mais ar-condicionado. A garantia é de um ano para todo o veículo e de três no caso do trem de força. O caminhão foi avaliado por mais de 2 milhões de quilômetros em estradas pavimentadas ou não.

As novas versões elevam de sete para dez as opções de extrapesados da MAN Latin America, incluindo aí os três MAN TGX. Alouche nega que possíveis conflitos entre os dois caminhões: “O MAN TGX tem cabine maior (de 2,50 metros, ante 2,30 metros do Constellation) e motor com maior capacidade cúbica, por isso não eles vão ‘pegar’ o mesmo cliente.”

As opções de 420 cv do Constellation têm potencial para chegar a 500 unidades mensais, de acordo com Alouche, que prevê também exportação para Argentina, Chile, Venezuela e Colômbia.

OUTROS LANÇAMENTOS

Entre as novidades para a Fenatran haverá também o Constellation cabine-leito com teto baixo. O modelo foi desenvolvido para aplicações rodoviárias de longa distância, que exigem espaço interno para descanso do motorista, mas tenham limitação de altura relacionada ao implemento. Um exemplo típico é o transporte de automóveis, cujo cavalo mecânico não pode ter o teto mais alto do que o plano superior da cegonha.

A transportadora Gabardo já encomendou 70 unidades do 19.420 4x2 e outras 30 do 25.420 6x2, todas com cabine-leito e teto baixo. Segundo a MAN Latin America, os frigoríficos e transportadores de carga seca também poderão tirar proveito da nova configuração.

A transmissão automatizada V-Tronic adotada como item de série nos novos Constellation de 420 cv passa a ser oferecida como opcional nos modelos 19.330 e 25.390.



Tags: VW, Volkswagen, Constellation, MAN, TGX, MAN Latin America, Resende, Fenatran, Anhembi, Ricardo Alouche, V-Tronic, Cummins, FPT.

Comentários

  • Jorge Pimentel de Morais

    SOLUÇÃO EM TRANSPORTE RODOVIÁRIO: AUMENTO DA VELOCIDADE MÉDIA DOS VEÍCULOS DE CARGA Só faltou dizer que A ENERGIA CINÉTICA do veículo, aumenta proporcionalmente AO QUADRADO DA VELOCIDADE. Traduzindo: AUMENTO DE "ACIDENTES" ENVOLVENDO CAMINHÕES! Essa solução só interessa aos INCOMPETENTES! Att. Jorge Morais.

  • jean c selusnhaki

    bom dia gostaria de saber se continua nos 9 litros,e a man sempre se superando meus parabens

  • ilson calixto

    acredito que a vw saiu na frente da ford com o lançamento dos 420,se o motor cummins guenta otimo lançamento.

  • Márcio José Dornelas

    Acho bonito, confortável, bom de operar, mas o motor não inspira confiança, ou isso mudou? Eu tenho um scania que deu 1.600.000 km, um volvo edc de amigo meu deu também deu 1.600.000 km. Gostaria de saber qual a perspectiva.

  • jakles

    E legal confortável, mas o motor sera que não e irmão do 25.370, eu tenho um e não vale nada a cada 300 mil Km tem que fazer motor. e não acha quem compra esta coisa.

  • geovane brito

    quero compra caminhao

  • paulo oliveira da cruz

    bom dia, estou quase fechando negócio com um vw constellation, ou um man, não sei qual o melhor, sei que preciso de um caminhão bom de motor e consumo pois vai rodar com bitrem carregando toras de eucalípto, ou um para transporte de sacos de cimento. nos concorrentes não temos tanta preocupação. que tipo devo comprar, sem mais, muito obrigado.

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência