Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Autopeças | 16/09/2013 | 16h17

Produção nacional de pneus cresce menos do que vendas

Importados ainda têm participação expressiva no mercado, diz ANIP

REDAÇÃO AB

O Brasil produziu 3,7% mais pneus no acumulado janeiro a agosto na comparação com iguais meses do ano passado, para 45,79 milhões de unidades, informa a Associação Nacional da Indústria de Pneumáticos (ANIP). Contudo, as vendas das associadas cresceram em escala maior, 8% no período, para 48,36 milhões de unidades, o que inclui produtos importados. O destaque é o setor de reposição, cuja alta de foi de 14,5% ao consumir 24,67 milhões de pneus. Para o mercado original (montadoras), as fabricantes de pneus venderam 15,45 milhões de unidades, aumento de 9,2% na mesma base de comparação.

Segundo a entidade, nos oito meses de 2013, as importações subiram 14,2% ao atingirem 19,26 milhões de unidades, volume que não inclui pneus destinados a veículos de duas rodas. Os importados representaram 39% do consumo aparente, calculado pelo setor pela soma dos pneus produzidos para o mercado mais as importações.

O presidente executivo da ANIP, Alberto Mayer, comenta em nota que aguarda ações por parte do governo para alavancar a competitividade do setor:

“Estamos avaliando com o governo federal medidas que possibilitem ampliar a competitividade dos fabricantes do País, para dar continuidade ao importante programa de investimentos que vem sendo efetuado, sem correr o risco de estar investindo em capacidade ociosa. E também para atrair novos investimentos necessários para acompanhar o projetado crescimento do setor automotivo brasileiro, previsto no projeto do Inovar-Auto.”

Na balança comercial do setor, o déficit chegou a US$ 224,73 em agosto: as importações totais cresceram 7,8% (30,26 milhões de unidades) entre janeiro e agosto deste ano sobre idêntico período de 2012, enquanto as exportações recuaram 11,3% (8,96 milhões de pneus).

“Houve forte crescimento das importações neste início do ano e este déficit no fim de agosto é 219% maior do que em todo o ano passado”, acrescenta o presidente da ANIP.

A ANIP representa dez empresas do setor, que juntas têm 17 fábricas no País: sete em São Paulo, três no Rio de Janeiro, duas no Rio Grande do Sul, três na Bahia, uma no Paraná e uma no Amazonas. O setor conta com uma rede com pouco mais de 4.500 pontos de vendas em todo o País.



Tags: Pneus, ANIP, produção, vendas, importações, balança comercial, déficit, Alberto Mayer.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência