Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

| 02/07/2008 | 00h00

Melhor junho na história das vendas

A jornalista Marli Olmos informa no jornal Valor Econômico de hoje que a indústria automobilística bateu mais um recorde e os resultados de vendas continuam a surpreender os próprios dirigentes das montadoras.

Automotive Business

A jornalista Marli Olmos informa no jornal Valor Econômico de hoje que a indústria automobilística bateu mais um recorde e os resultados de vendas continuam a surpreender os próprios dirigentes das montadoras. As vendas no acumulado do ano já são superiores ao total de carros vendidos em 2003. O mês passado foi o melhor junho de toda a história do setor e o segundo melhor desempenho mensal no mercado interno. Os índices acumulados na primeira metade do ano indicam que a expectativa dessa indústria, de crescer em torno de 20% este ano, poderá ser superada. As vendas acumuladas no primeiro semestre somaram crescimento de 30%. Em junho 256.031 veículos foram emplacados - um crescimento de 28,8% na comparação com o mesmo período de 2007. O total de veículos vendido nos primeiros seis meses do ano foi de 1,407 milhão de unidades, o que equivale a um avanço de 30% na comparação com o primeiro semestre de 2007. A diferença entre o acumulado nos primeiros seis meses de 2007 e o de igual período este ano chega a 324,8 mil veículos. De janeiro a junho foram vendidos 57 mil caminhões, uma alta de 29,7% na comparação com o primeiro semestre do ano passado. A Fiat ficou com 23,9% do mercado de veículos leves (335,8 mil unidades), seguida por Volkswagen (22,1%), GM (20,4%) e Ford (9,7%).

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência