Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Consultoria | 07/08/2013 | 21h22

Carros brasileiros têm mais problemas de qualidade, aponta estudo da JD Power

Toyota fica em primeiro lugar em pesquisa de satisfação no Brasil

PEDRO KUTNEY, AB

De todos os lugares onde a JD Power realiza sua pesquisa de satisfação de propriedade de veículos (VOSS, de Vehicle Satisfaction Ownership Study), o Brasil é o que apresenta maior número de relatos de problemas de qualidade. “Os carros brasileiros têm menos conteúdo, portanto, teoricamente deveriam apresentar menos problemas, mas acontece o contrário. Isso é um desafio e uma oportunidade de melhorar dos fabricantes locais”, avalia Jon Sederstron, diretor geral da consultoria JD Power no Brasil, que na quarta-feira, 7, apresentou os resultados da terceira edição do VOSS, estudo realizado entre abril e maio deste ano com 8 mil proprietários de 73 modelos de 12 marcas dos carros mais vendidos do País, com 12 a 36 meses de uso.

Dentro do universo da pesquisa da JD Power, em média, os donos de carros novos no Brasil relatam 352 problemas a cada 100 unidades, ou 3,5 problemas por veículo. O número é bastante superior, cerca de 50% maior, do que em outros principais mercados do mundo, como Canadá e Alemanha, onde o índice é de 230 por 100.

O número de problemas cresce para 356 por 100 quando se considera somente os veículos fabricados no Brasil. O índice é também superior ao de veículos produzidos em outros países emergentes: fica em 310 por 100 no México e 333 na Argentina. Os automóveis brasileiros só estão melhor posicionados do que os chineses, onde a média apurada pela consultoria chega a 389 problemas a cada 100.

Os problemas mais graves relatados pelos brasileiros com seus carros na pesquisa da JD Power, que levam à insatisfação com o produto, são relacionados com motor e transmissão, incluindo consumo elevado de combustível. Também são mencionados com frequência ruídos anormais, falhas e problemas na partida. “Apesar de o Brasil ser um dos líderes mundiais em produção de óleo e etanol, o custo do combustível é mais alto do que em outros países, o que aumenta a preocupação particular com o consumo”, destaca Sederstron.

Segundo ele, contudo, nem todos esses problemas são necessariamente defeitos mecânicos ou de fabricação. “Muitas vezes o proprietário não conhece todas as funcionalidades e equipamentos dos carros, porque não recebem explicações adequadas na hora da compra. Isso também gera insatisfação com o produto”, pondera. Outro ponto a ser considerado, ele ressalta, são as condições das ruas e estradas brasileiras, que podem causar mais quebras.

AS MELHORES MARCAS DO VOSS 2013

A qualidade e confiabilidade do veículo, contudo, é o fator de menor importância no estudo da JD Power, com peso de 16% na pontuação do VOSS, que leva em conta também outros três fatores. O custo de propriedade tem a maior representação: 42% (inclui gasto com combustível, valor do seguro e custo de manutenção e reparos). A seguir vem a experiência pós-venda (23%), que mede essencialmente a satisfação com o atendimento nas concessionárias quando o cliente precisa de serviços. Também é aferido o contentamento do proprietário com o design e desempenho do carro, como conforto e recursos, que participa com 19% da formação da nota final, que vai até 1.000 pontos.

Considerando todas as quatro avaliações, a nota média geral dos 73 carros avaliados foi de 733, uma pequena evolução em relação à pesquisa anterior. Das 12 marcas que participam do estudo este ano, sete ficaram acima da média (sendo as cinco primeiras todas asiáticas) e cinco estão abaixo dela. A Toyota foi de novo a melhor, com 816 pontos dos 1.000 possíveis, porque ficou em primeiro lugar em todos os quatro fatores do estudo. A também japonesa Honda ficou novamente com a segunda colocação, com 778 pontos.

Na parte de baixo do ranking do VOSS, nota-se que das cinco marcas mais vendidas no Brasil, somente uma, a Chevrolet, está apenas dois pontos acima da nota média, enquanto as outras quatro estão todas abaixo dessa pontuação. Veja abaixo a lista completa de notas por marca do VOSS 2013:

• Toyota: 816
• Honda: 778
• Hyundai-CAOA: 771
• Nissan: 770
• Kia: 768
• Citroën: 739
• Chevrolet: 735
• MÉDIA DO ESTUDO: 733
• Renault: 730
• Volkswagen: 724
• Fiat: 723
• Ford: 721
• Peugeot: 704

OS MELHORES CARROS DO VOSS 2013

A JD Power também apresentou os carros com as melhores notas em cada uma das quatro categorias de automóveis incluídas no VOSS 2013. Veja abaixo os fabricantes e modelos que receberam troféus da consultoria este ano:

SUBCOMPACTO:
• Fiat Palio Fire (741)
• Fiat Uno (735)
• Renault Clio (731)

COMPACTO DE ENTRADA:
• Renault Logan (740)
• Volkswagen Voyage (740)
• Chevrolet Classic (729)

COMPACTO SUPERIOR:
• Volkswagen Polo (777)
• Ford New Fiesta (772)
• Honda City (748)

MÉDIO:
• Toyota Corolla (814)
• Honda Civis (807)
• Chevrolet Astra (779)

Assista abaixo à entrevista exclusiva de Jon Sederstron a ABTV:



Tags: JD Power, VOSS, pesquisa de satisfação de propriedade de veículos, qualidade, consumidor, Toyota.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência