Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Indústria | 29/07/2013 | 16h20

Importações de pneus crescem 25,5% em 2013

Fabricantes no Brasil perderam produção de 4,6 milhões em relação a 2010

REDAÇÃO AB

O excesso de importações faz mais uma vítima na indústria brasileira: os fabricantes de pneus. De acordo com informações da Associação Nacional da Indústria de Pneumáticos (ANIP), o País já deixou de produzir 4,6 milhões de unidades quando comparados os números de 2010, de 67,3 milhões de pneus produzidos, com os de 2012, de 62,7 milhões. E esse quadro não há de melhorar enquanto a competitividade dos fabricantes nacionais não receber uma injeção de ânimo, ponderou o presidente da entidade em comunicado à imprensa.

Ainda assim, para este ano a expectativa da ANIP é de modesto crescimento sobre o ano anterior, de 2%, equivalente a 64,8 milhões de unidades. O volume, no entanto, não cumpre com a demanda interna, que importa cerca de 40% de suas necessidades – boa parte dos quais, segundo a mesma ANIP, de baixa qualidade, sem avaliação de órgão certificador, e, pior, sem destinação correta de descarte, o que custa à indústria em torno de R$ 80 milhões anualmente.

Ainda assim, as previsões pouco otimistas não desencorajaram os planos de investimentos. Entre 2007 e 2015, empresas como Bridgestone, Continental, Goodyear, Levorin, Michelin, Pirelli e Sumitomo (esta com sua marca Dunlop, prestes a iniciar atividades por aqui), pretendem investir no País R$ 10,7 bilhões em ampliação da capacidade produtiva, qualidade e inovações tecnológicas.

PERSPECTIVAS

À exceção dos pneus para motocicletas, as importações tiveram salto de 25,5% dos primeiros quatro meses de 2013 sobre 2012, de 7,76 milhões para 9,73 milhões de unidades. A maior parte dos produtos vem da China, que respondeu por 5,16 milhões do volume importado no mesmo período em 2013, incremento de 16,5% sobre as 4,42 milhões de unidades de 2012.

Na contramão, as exportações de pneus brasileiros caíram 10,6% em igual período, de 4,78 milhões para 4,27 milhões.



Tags: ANIP, pneus, importação, indústria.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência