Automotive Business
  
ABLive

Notícias

Ver todas as notícias

Balanço | 25/07/2013 | 20h41

Faurecia atinge faturamento de € 9,2 bilhões no 1º semestre

Fabricante de autopeças anota crescimento de 5,7% sobre igual período de 2012

REDAÇÃO AB

O faturamento da Faurecia, fabricante de peças automotivas, avançou 5,7% no primeiro semestre quando comparado com mesmo período do ano passado, para € 9,2 bilhões, impulsionado pelas fortes vendas fora da Europa, informa comunicado divulgado na quinta-feira, 25. A empresa, que pertence ao Grupo PSA Peugeot Citroën, registrou que as vendas realizadas fora da Europa representaram 46% dos negócios realizados no período, aumento de 5 pontos porcentuais sobre o índice registrado há um ano. A América do Norte foi responsável por 28% das vendas, seguida por Ásia, com 11%, e América do Sul, 5%.

Na Europa, devido ao fraco desempenho do mercado, o faturamento recuou 2,8%, para € 3,8 bilhões. Em contrapartida, na Ásia registrou-se o maior índice de crescimento das vendas, 22,8%, chegando a € 799 milhões. Na China, onde a mantém uma joint venture com a Changan e uma nova parceria com a FAW, apurou alta de 27,4%, para € 650 milhões.

Na América do Norte, onde está o maior volume de vendas em valores, houve incremento de 17,8%, para € 1,9 bilhão, enquanto que na América do Sul, o faturamento aumentou 17%, alcançando os € 370 milhões.

Apesar da alta do faturamento total, o lucro líquido da empresa durante a primeira metade do ano ficou em € 35,3 milhões, queda expressiva de 70,7% sobre os ganhos de € 120,8 milhões de igual período de 2012. O lucro operacional, de € 256,2 milhões, que representou 2,8% das vendas, caiu 15,7% na mesma base de comparação.

O chairman e CEO da Faurecia, Yann Delabrière, comenta o desempenho: “No primeiro semestre de 2013, a Faurecia continuou a apresentar um forte crescimento, particularmente na América do Norte e Ásia. Na Europa, foram introduzidas medidas para reduzir os custos fixos, o que irá impactar positivamente no lucro operacional do segundo semestre. Na América do Norte, o primeiro semestre mostra uma melhoria sequencial das margens, o que irá acelerar no segundo semestre do ano. A estratégia implantada para conciliar crescimento e geração de fluxo de caixa cumpre sua promessa no primeiro semestre de 2013, com um fluxo de caixa líquido equilibrado e uma redução de € 100 milhões da dívida líquida”.

PRODUTOS

Todas as divisões de produtos registraram aumento no faturamento, com destaque para sistemas de interiores, cujo crescimento foi de 14,5%, para € 1,9 bilhão, dos quais € 203,4 milhões provêm de empresas recém-adquiridas, como a Saline. A divisão registrou forte impulso na América do Norte e Ásia e resultados que beiraram a estabilidade na Europa. As vendas de assentos automotivos totalizaram € 2,5 bilhões nos seis primeiros meses do ano, aumento de 1,3% sobre igual período de 2012.

Tecnologias de controle de emissões somaram € 1,7 bilhão, alta de 2,5%, dos quais 66% gerados fora da Europa e apoiado por forte crescimento na China e na América do Sul. Em peças exteriores de veículos, a fabricante anotou vendas de € 860 milhões, avanço de 7,4%, sendo a Europa responsável por 92% das vendas destes produtos.

PREVISÃO 2013

A empresa confirmou suas metas financeiras para 2013, prevendo aumento das vendas que devem ficar entre € 17,8 e € 18 bilhões, com melhora do lucro operacional, principalmente devido à recuperação acelerada na América do Norte e à redução de € 50 milhões em custos fixos na Europa, além da alta rentabilidade sustentada na Ásia.



Tags: Faurecia, balanço financeiro, faturamento, lucro líquido, lucro operacional, vendas, PSA Peugeot Citroën.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência