Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Leves | 11/07/2013 | 18h51

Design dos carros da Lada terá atualização

Marca russa quer seguir caminho da Kia

REDAÇÃO AB

A russa Lada, controlada pela AvtoVAZ, promete revolucionar o design de seus próximos carros. O diretor da área, Steve Mattin, pretende conduzir a companhia em caminho semelhante ao que a Kia trilhou há alguns anos, quando atualizou o visual de seus veículos e ampliou largamente as vendas.

Os carros da Lada já receberem duras críticas pelo desenho ultrapassado. O jipinho Niva manteve basicamente o mesmo visual por 37 anos. “Haverá modernização intensiva com a introdução de um design totalmente novo que mudará a imagem da marca”, prometeu Mattin em entrevista à agência Automotive News Europe.

O profissional inglês de 48 anos começou a carreira na Mercedes-Benz e comandou o design da Volvo entre 2005 e 2009. Um aperitivo da aguardada mudança nos carros da empresa foi mostrado no Salão do Automóvel de Moscou no ano passado. O conceito X-Ray indica os caminhos que a fabricante deve adotar no desenvolvimento de um utilitário esportivo que chegará ao mercado russo em 2016.



Tags: Lada, design, Steve Mattin.

Comentários

  • Roberto BK Patricio

    Embora com visual ultrapassado o Niva se constituiu em um jipe honesto e divertido, capaz de ancarar atoleiros junto com jipes bem mais caros. Se for mantido o conceito de carro solido, tração nas 4 rodas, o designe proposto será bem vindo. Abraços

  • yuri bragança

    sempre gostei dos carros da lada, mas com essa revolução de desaine sera uma revolução que enaltecera o nome dessa mega empresa lada... e ai quando chega ao brasil

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência