Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
VW escolhe Fox para estrear motor 1.0 de três cilindros
Fox BlueMotion tem 82 cv quando abastecido com etanol

Lançamentos | 26/06/2013 | 21h00

VW escolhe Fox para estrear motor 1.0 de três cilindros

Versão BlueMotion traz novo propulsor, que exigiu investimento de R$ 335 milhões em São Carlos

MÁRIO CURCIO, AB | De Campinas (SP)

Como se fosse um menino que não aguentou esperar o aniversário para abrir o novo brinquedo, a Volkswagen do Brasil está estreando seu motor de três cilindros antes do início das vendas do compacto Up!, que estará no mercado em alguns meses.

O carro escolhido para “inaugurar” o propulsor foi o Fox em sua nova versão BlueMotion. Com duas portas o preço sugerido é de R$ 32.590. Com quatro, começa em R$ 34.090. “São R$ 750 a mais que a versão 1.0 de quatro cilindros”, afirma o gerente de marketing Henrique Sampaio. Segundo ele, o Fox é uma espécie de “embaixador de novidades” dentro da linha VW nacional e por isso foi o escolhido para estrear o três-cilindros, cujas vendas deverão somar cerca de 600 unidades por mês.

O motor EA 211 1.0 R3 é produzido num novo setor da fábrica de São Carlos (SP), onde foram investidos R$ 335 milhões (veja aqui). Por utilizar alumínio na construção do bloco e ter três e não quatro cilindros, ele pesa 24 quilos a menos. Alguns componentes ainda são importados, como o conjunto alemão onde estão instadas as duas árvores de comando de válvulas.

Bloco e cabeçote já são feitos aqui, assim como pistões e bielas. O Fox BlueMotion é equipado com o sistema E-Flex, produzido pela Bosch, que dispensa o reservatório de gasolina para partida a frio (tanquinho). Também da Bosch é a central eletrônica do motor. A Continental fornece o corpo de borboleta. A Sabó produz um flange traseiro que agrega retentor de óleo e sensor de rotação.

Volkswagen
Novo motor é 24 kg mais leve que o VW TEC porque tem um cilindro a menos e usa bloco de liga de alumínio. Bosch fornece sistema E-Flex e a Continental, o corpo de borboleta (fotos: Mário Curcio)

O novo motor é hoje o mais potente 1.0 em uso por um automóvel nacional. Produz 82 cv quando abastecido com etanol e 75 cv com gasolina. E é o único três-cilindros com produção brasileira a equipar um automóvel. Tem quatro válvulas por cilindro e utiliza comando variável para admissão.

A redução de perdas por atrito em virtude do menor número de cilindros e a maior eficiência térmica resultaram, segundo a Volkswagen, em aumento de 16% da eficiência com gasolina e 17% com etanol. Moderno, o propulsor utiliza dois circuitos independentes de arrefecimento, um para o bloco e outro para o cabeçote, cada qual com a própria válvula termostática. A bomba-d’água é comum a ambos.

O coletor de escape integrado ao cabeçote também colabora para a maior eficiência térmica. Outra medida utilizada pela Volkswagen para redução de consumo foi a troca da direção hidráulica por um sistema eletro-hidráulico, capaz de reduzir em 3% o gasto de energia.

Também importante foi a adoção de pneus “verdes”, que têm baixa resistência ao rolamento e recebem maior pressão de enchimento. Os 195/55 R15 deram lugar aos Goodyear GPS DuraPlus 175/70 R14. Assim como as demais versões do Fox, a BlueMotion traz a nova arquitetura eletrônica, mais moderna, que possibilitou a instalação de recursos e equipamentos inéditos, além de itens adicionais de segurança. O modelo traz de série airbags frontais, freios com sistema antitravamento e distribuição eletrônica da força de frenagem (ABS mais EBD). Conta também com um sinal de alerta de frenagem de emergência, que faz piscar a luz de freio sempre que o sistema ABS entra em ação.

Volkswagen
Grade dianteira é um dos itens exclusivos da versão BlueMotion. Painel informa consumo

No quadro de instrumentos, o Fox 1.0 BlueMotion traz de série, além do computador de bordo, uma barra gráfica que indica o consumo instantâneo de combustível. O item auxilia o motorista a conduzir de forma mais econômica. O painel traz também o indicador digital de velocidade, além do velocímetro analógico.

DIFERENÇA NÍTIDA DE DESEMPENHO

Quem já dirigiu um Fox 1.0 e se desapontou precisa conhecer a versão BlueMotion com motor de três cilindros. Automotive Business dirigiu uma versão duas-portas sem ar-condicionado e aprovou o desempenho geral em acelerações e retomadas de velocidade.

Segundo a Volkswagen, o carro atinge 167 km/h e acelera de 0 a 100 km/h em 13,2 segundos quando abastecido com etanol. Em uso combinado (cidade/estrada), também com álcool, o novo Fox faz 9,3 km/l. Com gasolina, essa média sobe para 13,4 km/l. A Volkswagen manteve as versões 1.0 de quatro cilindros e não informa quando o novo três-cilindros entrará de vez no lugar do antigo. Também não revela quando Gol e Voyage contarão com a novidade e se isso ocorrerá antes da estreia do Up!



Tags: Volkswagen, VW, Fox, BlueMotion, Up!, São Carlos, EA 211.

Comentários

  • ALBERTO SANTOS MATTOS

    MEUS PREZADOS, ADQUIRI UM FOX EM 2008 ZERO KM SEM AR CONDICIONADO, QUEBROU PARAFUSO DO MOTOR NA RAMPA DA AV.BANDEIRANTE PARA O JABAQUARA, MOTOR BARULHO ESTRANHO,CHAVE DE CONTATO NÃO DESLIGAVA, VAZAMENTO NO CAMBIO TIVE BASTANTE DOR DE CABEÇA, VENDI EM 2010 C0M 8.200KM RODADOS PERDI A CONFIANÇA A CONFIANÇA 100%. AGORA TIVE A NOTÍCIA DO MOTOR COM O3 CILINDRO, POR FAVOR NAO USAR AR CONDICIONADO. HOJE ESTOU COM MEU SONHO ANTIGO: UMA MERIVA,SATÍFEITISSIMO. BOA SORTE A QUEM ADQUIRIR. ATENCIOSAMENTE,

  • luiz

    NAO VEJO NOVIDADE ALGUMA , A GURGEL JA FAZIA CARROS C/ 2 CILINDROS A 30 ANOS ATRAS

  • Ronaldo Gomes Ribas

    Os valores de consumo em km/l, ciclo combinado, publicados neste artigo me parecem equivocados, pois o mesmo veículo VW Fox BlueMotion 1.6-8V EA111, com câmbio manual de 5 marchas, lançado em abril de 2012 obteve valores de consumo combinado de: 10,9 km/l com etanol e 16,1 km/l com gasolina (E22). Como explicar que o novíssimo motor EA211 1.0-12V no mesmo veículo Fox BlueMotion com transmissão de 5 marchas possa obter os valores: 9,3 km/l com etanol e 13,4 km/l com gasolina (E22) ...???

  • Mário Curcio

    Ronaldo, segundo a Volkswagen, os dados de consumo informados no lançamento do Fox 1.6 BlueMotion (em abril de 2012) foram obtidos conforme a norma NBR 7024. Os do Fox 1.0 BlueMotion foram obtidos também pela NBR 7024, porém com os fatores de correção estabelecidos pela portaria Nº 10 do Inmetro. Daí a diferença em favor do carro anterior.

  • Aloizio Lima

    Tenho um fox 2008 estou com um problema no coletor de oleo,e esta fumaçando muito,estou triste gosto muito dessa marca,fui criado com ela nao queria vender o carro gosto dele so queria uma soluçao.

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência