Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Leves | 21/06/2013 | 19h20

Toyota prepara atualização do Etios

Apenas agora as vendas do modelo alcançaram o nível esperado

GIOVANNA RIATO, AB | De Buenos Aires (Argentina)

A Toyota fará atualização do Etios no segundo semestre deste ano. Apesar de a empresa não confirmar, o modelo deve receber alterações significativas para tornar-se mais competitivo no Brasil. “É o mercado que está dizendo isso. Não anunciamos nada ainda”, declarou Luiz Carlos Andrade Júnior, vice-presidente comercial da organização para o Mercosul, durante o Salão do Automóvel de Buenos Aires. No evento, a companhia apresenta o compacto ao mercado argentino.

O executivo garante que a marca enfim alcançou o volume mensal de vendas projetado no lançamento do modelo. Em maio foram 5,4 mil unidades, em abril houve pico de 6,7 mil emplacamentos do carro. Ainda assim, ele está bem atrás de seu principal concorrente, lançado na mesma época, o Hyundai HB20, que teve quase 14 mil unidades vendidas no mês passado, entre as versões hatch e sedã.

“A disputa é mais difícil do que imaginávamos. O mercado, que já era competitivo, ganhou novos concorrentes. Esse é o cenário com o qual temos de trabalhar”, avalia Andrade. Ainda assim, ele defende que o modelo é bem-sucedido, com vendas em expansão e clientes satisfeitos com o carro. O vice-presidente destaca que os volumes têm feito a participação da marca no Brasil crescer. O market share da empresa chegou a 4,7% entre janeiro e maio. No ano passado era 2,7%.

A Toyota trabalha para reunir um time global de especialistas que terá como missão promover melhorias no acabamento interno dos carros da marca. Fonte a par do projeto garante que o primeiro desafio desse comitê é melhorar o Etios e que a versão 2014 já trará mudanças significativas.



Tags: Toyota, Etios, Salão de Buenos Aires.

Comentários

  • K-olho

    A primeira delas deveria colocar o painel no lugar que deve estar, à frente do motorista e não no meio como no modelo atual.

  • Malkso

    Palavras do sr. Luiz Carlos A. Jr: "A disputa é mais difícil do que imaginávamos..." achando que ia vender rios desse HORRORétios só por causa da marca. Bem feito! e se num fizer algo que presta nesse facilit, aí o Monstrengo do Étios afunda de vez.

  • Machado

    Vejo que é uma ótima notícia, afinal o carro realmente tem um acabamento muito pobre e um painel muito ruim. Creio que se as mudanças surtirão efeito, afinal o carro tem ótima dirigibilidade e conjunto mecânico.

  • Leandro

    Uma empresa do porte da Toyota oferecer um carro com acabamento ridículo, chega a ser uma afronta aos consumidores brasileiros! Nos julgaram otários, e agora correm atras do prejuízo! Espero que tenham aprendido a lição!

  • CRISTIAN LOIZ

    Este ano coomprei um etios sedã para minha esposa, sinceramente estou arrependido, o valor é alto para o carro, o acabamento deixa muito a desejar, faltam equipametos que os concorrentes do mesmo valor apresentam. O carro sendo reestilizado ja no proximo ano perderei ainda mais com a compra deste, espero que pelo menos a toyota valorize na hora da troca.

  • Marciano Bosi

    Fui à concessionária e gostei do Sedan XLS. Porém, seu velocímetro central não agradou muito. A distância do ponteiro do velocímetro para o vidro de proteção causa uma certa dificuldade para verificar a velocidade em que você realmente está, e para nossas estradas, recheada de radares por todos os lados, centralizar a visão no meio do cockpit para conferir não é uma boa opção, fora a falta de regulagem da luz para viagens noturnas, que pode se tornar cansativo (a não ser que você cubra-o com uma toalha). Fora essa falha e seu painel bem aquém da marca, ninguém merece seu controle de vidros retrovisores MANUAIS. É um outro absurdo. Enfim, espero a versão 2014, que parece prevista para outubro agora.

  • vander

    TEM MESMO QUE MUDAR, O DESENHO DELE É LEGAL EU ATE ACHO O MAIS BONITO DOS SEGUIMENTO POREM AQUELE PAINEL E TOTALMENTE FORA DE PADRAO, GOSTARIA QUE ELES FIZE-SE ALTERAÇÃO NO PAINEL E NO INTERIOR, AE SWIM FICARIA BEM NA FITA POIS O CARRO E BOM. AH E TAMBEM NÃO PODE MUDAR O PREÇO, PORQUE O PREÇO TA CONVIDATIVO.

  • rocha

    Comprei um Fiesta rocam 1.6 em lugar do Etios, em função de sua carroceria ser, no meu ponto de vista, muito ultrapassada. Não adimito que uma empresa mundial como a Toyota faça um investimento em um novo modelo de veículo e esqueça que as pessoas tem bom gosto. Vende-se por qualidade, mas também pelo encanto. Tá mais que na hora de mudar esse carro e deixá-lo bonito. Assim, não vai ter pra ninguém!

  • NEREU

    Fiz um teste drive em três Hatchbacks : Hb20, Onix e Etios e posso garantir que o Etios ganha de lavada deles. Carro com ótima dirigibilidade, espaço interno agradável, direção maravilhosa, engates de marchas precisos, o motor responde bem quando necessário, enfim... é um carro gostoso de dirigir, pena que é um carro feio, muito feio!!! E aí fica a dúvida: Comprar um carro feio ( mas bom ), que peca no design e acabamento interno, com um mercado de revenda incerto, ou não comprá-lo e esperar uma reestilização prometida para 1 ou 2 anos? Se o Etios fosse um carro bonito, com um acabamento digno da Toyota estaria vendendo 20 mil carros por mês, mas ela se contenta com 4 ou 5 mil. TOYOTA, ESCUTE: Deixem o Etios bonito e tragam o Yaris para o Brasil que vcs verão um fenômeno de vendas ( mas não venham com plataforma indiana não!). Se o Etios não me trouxesse incertezas em relação ao mercado ( pelo design ultrapassado e acabamento podre ) eu já teria um na minha garagem.

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência