Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Negócios | 21/06/2013 | 15h59

Brembo investirá € 32 milhões em fábrica no Brasil

Aporte prevê transferência da linha em Betim (MG) para uma planta maior, no norte de São Paulo

REDAÇÃO AB

A Brembo, fabricante de sistemas de freio, investirá € 32 milhões no Brasil para transferir sua linha de produção de Betim (MG) para Santo Antônio de Posse, no norte de São Paulo. O aporte faz parte de um investimento total de € 115 milhões destinados às duas plantas nas Américas: a brasileira e a do polo industrial de Detroit, nos Estados Unidos, para a qual serão aplicados € 83 milhões para ampliação da produção.

De acordo com comunicado divulgado na sexta-feira, 21, o aporte faz parte da estratégia do grupo para reforçar a capacidade produtiva para atender a crescente demanda dos clientes nos dois países. No Brasil, onde a empresa fabrica discos e tambores de freio, a linha será transferida para uma fábrica maior e mais moderna. Por aqui, a fabricante prevê o aumento de suas vendas em 100% no período de três anos, passando de € 66,6 milhões em 2012 para € 130 milhões em 2015. Não há informações de quando a empresa iniciará a transferência da linha de montagem.

Já nos Estados Unidos, no polo Homer, a expansão da planta tornou-se necessária após a aquisição de novos negócios e avanço de seus principais clientes no mercado, como a Chrysler, General Motors e Ford. Com esta ampliação, a empresa prevê dobrar as vendas da subsidiária Brembo América do Norte, passando de € 178,5 milhões em 2012 para € 350 milhões em 2015.

“Os investimentos da Brembo nas Américas dará apoio a dois importantes países que continuam com uma performance dinâmica e mostram tendências positivas de mercado e que são marcadas por um aumento gradual na demanda por nossos produtos. A empresa deve continuar o caminho de internacionalização e, em paralelo a essas medidas, ele vai continuar a planejar investimentos não só em expansão de mercados como a China, Índia e Europa Oriental, mas também na Itália, onde, apesar da crise automotiva, que infelizmente, não está mostrando sinais claros de reversão da atual tendência de recessão, nós continuaremos a investir, de 2008 até agora, a uma taxa de mais de € 40 milhões por ano”, afirmou o presidente do Grupo Brembo, Alberto Bombassei.



Tags: Brembo, investimento, freios, Betim, Detroit.

Comentários

  • nildes

    muito bom receber grandes empresas na região , assim gera grande oportunidade de emprego . gostaria de saber os contatos para enviar currículo!

  • jurandir de oliveira

    agredito que é importante os investimemtos deforma bem administrada,para que o objetivo seja alcansado.porem tenlho temor no que será feito com a planta de betim.e as questoes dos trabalhadores que aqui trabalham. domais obrigado.

  • josé de souza

    SERÁ MESMO? NÃO ACREDITO NÃO..!

  • Jurandir de Oliveia

    Gostaria de saber até onde esta afirmação do presidente do grupo brembo,alberto bombassei,é veridica.pois a direção da brembo em betim mg ,diz não ser verdade. do mais:obrigado. aguardo resposta.

  • Sandro ricardo Gasparoti

    Bom dia, Com estas grandes ampliações desta conceituada empresa que pretende ser uma das maiores senão a maior no ramo de freios, descreve a importância da Segurança do Trabalho e da Saúde de seus profissionais e provedores relacionados a Prevenção de Acidentes do trabalho.

  • Claudio Godoy Soares

    Gostaria de receber um feed-back sobre a transferência da linha de produção para Santo Antonio de Posse, se de fato ocorreu e qual o nível de atividade industrial atual da empresa nesta nova unidade, e expectativas atualizadas para o biênio 2017/2018. Muito obrigado.

  • Mário Curcio

    A unidade de Santo Antônio foi aberta em 2013, mas deixou de operar em 2016.

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência