Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Hyundai é a Empresa do Ano no Prêmio REI Automotive Business

AB | 13/06/2013 | 21h00

Hyundai é a Empresa do Ano no Prêmio REI Automotive Business

Cledorvino Belini e Gábor Deák são eleitos os melhores profissionais do setor em 2013

PAULO RICARDO BRAGA, AB

A Hyundai Brasil é a Empresa do Ano, eleita pelo Prêmio REI – Reconhecimento à Excelência e Inovação. A votação foi promovida entre os leitores de Automotive Business e participantes do Fórum da Indústria Automobilística (1º de abril) e Fórum de RH (13 de maio). Cledorvino Belini, presidente da Fiat Chrysler e presidente da Anfavea na gestão passada, foi apontado como Profissional de Montadora e Gábor Deák, ex-presidente da Delphi, Profissional de Autopeças.

Na entrega dos troféus, realizada na quinta-feira, 13, no Espaço 011 Eventos, em São Paulo, foram revelados também os outros cinco vencedores da premiação. O Hyundai HB20 venceu na categoria Carro do Ano, o MAN TGX o Comercial Pesado, a Volkswagen do Brasil foi apontada a melhor na categoria Marketing e Propaganda, a MAN Latin America foi a campeã em Manufatura e Logística e a Bosch a vencedora na categoria Autopeças.

Os 40 finalistas submetidos ao voto popular foram selecionados por um júri de 19 profissionais da indústria automobilística, constituído de consultores escolhidos por Automotive Business como notáveis conhecedores do setor. Os leitores da newsletter e da revista votaram por meio de um hotsite e apontaram os melhores cases nas oito categorias, correspondentes ao período de 1º de março de 2012 a 1º de fevereiro de 2013.

OS REIS DE 2013:

Empresa: Hyundai do Brasil
Finalistas:
Fiat Automóveis
Ford
Hyundai
MAN Latin America
Volkswagen.

A Hyundai Motor Brasil, que promoveu com bastante sucesso a introdução da empresa coreana no País em 2012, inaugurou em novembro a fábrica em Piracicaba (SP), com capacidade de produção de 150 mil carros por ano. O sucesso de venda dos veículos foi expressivo, provocando fila de espera. A empresa investiu US$ 700 milhões na unidade paulista, que produz três modelos, desenvolvidos para o Brasil: a família HB. O primeiro veículo em produção foi o HB20 hatch, com motores flex 1.0 e 1.6 e opção de câmbio automático nas versões 1.6. A família HB já foi complementada com o crossover HB20X e uma versão sedã.

Profissional de Montadora: Cledorvino Belini, presidente da Fiat Chrysler
Finalistas:
Carlos Alberto de Oliveira Andrade, presidente CAOA
Carlos Gomes, presidente da PSA Peugeot Citroën América Latina
Cledorvino Belini, presidente Fiat Chrysler América Latina e Anfavea
Roberto Cortes, presidente da MAN Latin America
Thomas Schmall, presidente da Volkswagen do Brasil

Como presidente da Anfavea entre 2010 e 2013, Belini conduziu com firmeza a posição da entidade diante dos programas que levaram à edição e regulamentação do Inovar-Auto. Nenhuma das montadoras associadas à entidade teve dificuldade em se habilitar inicialmente dentro da legislação proposta pelo Ministério da Indústria e Comércio. Na Fiat, o executivo conduziu a empresa à superação, em 2012, de sua marca histórica de vendas no Brasil, registrando o melhor desempenho em 36 anos de presença no País. A Fiat liderou o mercado brasileiro pelo décimo primeiro ano (23,1%) e cresceu 11,1%, acima da média dos concorrentes.

Profissional de Autopeças: Gábor Deák, ex-presidente da Delphi
Finalistas:
Daniel Raul Randon, presidente da Fras-le
Gábor Deák, ex-presidente da Delphi
Luis Afonso Pasquotto, presidente da Cummins South America
Ricardo Reimer, presidente da Schaeffler América do Sul
Sílvio Barros, vice-presidente e diretor-geral da Meritor América do Sul

Após inúmeras conquistas em quase 40 anos de trabalho, incluindo 15 anos em posições-chave na Delphi da América do Sul, Gábor anunciou a aposentadoria no fim de 2012. Defensor da indústria automobilística brasileira dedicou-se ao desenvolvimento da SAE Brasil. Foi vice-presidente e membro do conselho de administração do Abipeças/Sindipeças. Atuou como presidente da Delphi para a América do Sul de 2003 a 2012, quando o faturamento da companhia na região passou de US$ 490 milhões para mais de US$ 1 bilhão. Implementou o Formare na empresa.

Veículo Leve: Hyundai HB20
Finalistas:
BMW Série 3
Chevrolet Onix
Ford EcoSport
Hyundai HB20
Unicamp (veículo elétrico)

O primeiro modelo produzido pela marca sul-coreana em Piracicaba (SP) chegou gerando filas de espera nas lojas. O HB20 disputa mercado com os carros mais vendidos do País. Vem com motores 1.0 de três cilindros e 80 cv e 1.6 de quatro cilindros e 128 cv, ambos flex. O 1.6 traz como opção um câmbio automático de quatro marchas. Desde sua chegada, em outubro de 2012, o hatch já emplacou mais de 72 mil unidades. Em fevereiro, as concessionárias Hyundai Brasil receberam o HB20X, com apelo aventureiro e motor 1.6. Em abril surgiu o HB20S, versão sedã com os mesmos motores 1.0 e 1.6 que já equipavam o hatch.

Comercial Pesado: MAN TGX
Finalistas:
Iveco Tector
MAN TGX
Volare ônibus Escolarbus 4x4
Mercedes-Benz Accelo
Volvo ônibus Híbrido

O ano de 2012 trouxe uma mudança significativa no mercado brasileiro de caminhões: a entrada da norma Proconve P7. Junto com isso, a MAN Latin America lançou os caminhões TGX no segmento de extrapesados, prometendo elevado nível de conforto, tecnologia adequada ao País e baixo consumo de combustível, garantindo alta produtividade e menor custo operacional. A experiência de mais de 30 anos da engenharia brasileira da MAN Latin America colaborou no desenvolvimento da versão nacional, por meio de um programa de testes em diversas condições de operação no Brasil.

Marketing e Propaganda: Volkswagen do Brasil
Finalistas:
Ford – Campanha Go Further (Ir mais longe)
Hyundai CAOA – Estratégia agressiva em propaganda
Iveco – Patrocínio do Corinthians
Nissan – Patrocinadora oficial das Olimpíadas e Paraolimpíadas Rio 2016
Volkswagen – Campanha do Fusca com Chacrinha e Rivellino para internet

Por meio de teasers no YouTube, trazendo ícones do passado como Chacrinha e Rivellino, a Volkswagen reviveu o Fusca com um novo modelo que traz o nome e o design que o definiu. A ação teve como objetivo gerar curiosidade do público para o lançamento da campanha publicitária. Inovadores e irreverentes, os teasers inusitados se tornaram "virais" nas redes sociais. O filme "Chacrinha" mostrou imagens do Velho Guerreiro, trazendo um recado bem humorado para o pessoal do futuro sobre o Fusca 2012. Em "Rivellino" são utilizadas imagens de uma divertida entrevista do jogador.

Manufatura e Logística: MAN Latin America
Finalistas:
Delphi – Concentração de compras no Brasil e desenvolvimento de fornecedores locais
MAN Latin America – Flexibilização de processo produtivo para ganhar competividade
Mercedes-Benz – Nova fábrica de caminhões em Juiz de Fora (MG)
Renault – Nova fábrica dentro da fábrica (PR)
Volkswagen do Brasil – Nova pintura na fábrica de Taubaté

A MAN Latin America promoveu uma das maiores e mais rápidas modificações e capacitações de linha na indústria automobilística. Foram três semanas para que a linha de produção dos veículos extrapesados TGX, que até então eram exclusivos na mesma, abrissem espaço à produção de Micro Bus. As áreas de engenharia de manufatura e logística tornaram viável a produção desses modelos, totalmente distintos, em uma mesma linha de produção. O takt time do caminhão extrapesado passou por redução de 38%, com base em melhorias de linha e conceitos logísticos. Foi, assim, liberado espaço na linha principal para viabilizar os volumes de 2013.

Autopeças: Bosch
Finalistas:
Artecola – Ecofibra Automotive
Bosch – ABS para motos de baixa cilindrada
Delphi – Minicompressor variável
Man Latin America – Motores MAN D08
Unicamp - Powertrain elétrico

A Bosch desenvolveu um ABS especialmente para motos de baixa cilindrada, que predominam no Brasil. O produto ajudará a reduzir o alto índice de fatalidades entre motociclistas. O ABS monitora a velocidade das rodas: se uma delas ameaça travar durante uma frenagem intensa ou em pistas escorregadias, o sistema regula a pressão de frenagem de forma direcionada, garantindo frenagem otimizada. Dessa forma, mantém-se a estabilidade e capacidade de manobra da motocicleta, mesmo em condições adversas do solo, como areia, cascalho ou água. Este fato reduz significativamente o risco de uma queda e encurta a distância de frenagem.

JURADOS DO PRÊMIO REI 2013

Arnaldo Brazil, MSX
Arnaldo Pellizzaro, ABI Consultoria
Carlos Arce, AutoEntusiastas
David Wong, Kaiser Consultoria
Fábio Peake Braga, SAE Brasil
Francisco Satkunas, consultor
Ivan Witt, Steer RH
Jeannette Galbinski, Setec Consultoria
Julian Semple, Carcon Automotive
Marcelo Cioffi, PWC
Marcos Amatucci, ESPM
Mario Guitti, IQA
Martin Vollmer, Edag do Brasil
Moacir Ricci, Consultor
Paulo Cardamone, IHS Automotive
Paulo Garbossa, ADK
Renato Perrotta, Semcon
Stephan Keese, Roland Berger
Valter Pieracciani, Pieracciani.



Tags: Prêmio REI, Hyundai, Automotive Business, reconhecimento, excelência, inovação, Fórum da Indústria Automobilística, Cledorvino Belini, Gábor Deák, .

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência