Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Trabalho | 15/05/2013 | 20h12

Metalúrgicos da Volvo encerram greve no Paraná

Negociações rendem pacote com benefícios, PLR de R$ 30 mil e aumento real de salários

REDAÇÃO AB

Terminou a greve que durou três dias na fábrica da Volvo em Curitiba (PR) após assembleia realizada na quarta-feira, 15, com aprovação unânime da proposta de acordo salarial de 2013 negociada desde sexta-feira, 10, entre o sindicato dos metalúrgicos e a montadora (leia aqui).

O pacote engloba participação nos Lucros e Resultados (PLR) de R$ 30 mil para 100% das metas, com adiantamento da primeira parcela de R$ 19 mil ainda este mês, aumento de vale-mercado de R$ 239 para R$ 350 por mês a partir de junho e aumento real de salário com base na reposição da inflação de 3,5% a partir de setembro.

Segundo comunicado do sindicato dos metalúrgicos de Curitiba, a Volvo se comprometeu a aprofundar as discussões sobre terceirização, excesso de horas extras, garantia de estabilidade para dirigentes sindicais e assumiu 50% das horas paradas da greve, enquanto que a outra metade será direcionada para o banco de horas dos trabalhadores.

As negociações também definiram indicadores com teto para o fechamento da PLR, com mínimo de 70% e máximo de 130%.

“Com a forma que estes indicadores foram definidos, os trabalhadores da Volvo não terão as surpresas que tiveram no fechamento da apuração da PLR de 2012. Esta foi nossa principal bandeira nas negociações para 2013, porque evita que este ano a PLR não tenha os mesmos expurgos de 2012, quando houve perda de 20% do beneficio com o resultado operacional na Volvo”, analisa o presidente do sindicato, Sérgio Butka.

Em três dias de paralisação, a Volvo deixou de fabricar 27 chassis de ônibus e pouco mais de 300 caminhões.



Tags: Volvo, sindicato, metalúrgicos, PLR, acordo salarial.

Comentários

  • Ricardo Bannani

    Sou funcionário Volvo e infelizmente desta vez vimos durante o voto secreto que deflagrou a greve, fraudes muito sérias, urnas batizadas e sumisso de votos. O Sindicato ficou bravo com a posição da empresa de não pagar os 3% de fundo de capacitação para o Sindicato e com isto forçaram a greve. Aconteceu até fingimento de choro em cima do caminhão em todos os turnos com a mesma historinha, uma vergonha, desta vez o Sindicato apelou e a galera percebeu a forçada de barra e a mentirada toda. Agora a empresa voltou atrás e resolveu pagar os 3% por isso que a greve acabou. Quem estava lá sabe de toda a verdade !! Santa Volvo, pagando a mais cara negociação do Brasil.

  • Douglas Miyamoto

    Mais uma vez o sindicato dos metalúrgicos da grande Curitiba usou os trabalhadores para defender a sua própria causa. A greve não terminou porque foi fechado acordo. Os números acima são absolutamente os mesmos que foram propostos a uma semana atrás. A única diferença é que, finalmente, o sindicato dos metalúrgicos conseguiu extorquir 3% da Volvo a título de taxa negocial, taxa essa que a Volvo vinha, até então, se recusando a pagar. O sindicato dos metalúrgicos, a muito tempo não está preocupado com a causa dos trabalhadores e sim com sua própria causa, extorquindo das empresas e dos trabalhadores a famosa taxa negocial. No caso da Volvo 3% de R$30.000,00 multiplicado por 4.200 funcionários. E para onde vai esse dinheiro? Procurem investigar as posses e bens do Sérgio Butka e seus comparsas. Os valores alcançados foram bons? Sim, excelentes mas são os valores propostos pela própria Volvo. Novamente, a única negociação que sempre esteve em pauta foi a taxa para o sindicato.

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência