Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Trabalho | 13/05/2013 | 19h58

Volvo: gestão de RH deve manter ações de sucesso

Melhorias dependem de ações que visam qualidade no ambiente de trabalho

SUELI REIS, AB

“Eu tiro o chapéu para o passado e arregaço minhas mangas para o futuro”. Foi com este provérbio, citado pelo CEO da Volvo durante sua passagem pelo Brasil no ano passado, que Rubens Cieslak, especialista em educação corporativa e o responsável pelo Programa de Desenvolvimento de Líderes da montadora no País (PDVL), iniciou sua palestra no 1º Fórum RH da Indústria Automobilística, realizado na segunda-feira, 13, em São Paulo por Automotive Business. Ele reforçou que a empresa é o que é hoje a partir de ações do passado, que não são novas, mas que foram aprimoradas para a melhoria contínua da relação empresa-empregado.

Para Cieslak, o segredo de uma empresa como a Volvo, que nos últimos cinco anos figurou entre as cinco primeiras companhias no ranking As melhores empresas para se trabalhar, da Revista Você SA, é o cuidado com o ambiente de trabalho.

“O trabalho, a produtividade, o negócio não acontece se não tiver energia com paixão – somos estimulados a trabalhar com energia e a nos apaixonarmos pelo que fazemos a partir do como fazemos. Não tem mágica, depende da corporação”, disse o executivo. As ações da empresa, segundo ele, devem primar não só pela permanência do trabalhador, o que garante o andamento das atividades que a empresa se propõe a fazer dentro do mercado, mas também devem visar a sustentabilidade do negócio.

Citou como exemplo o caso de 2009, quando a Volvo foi eleita uma das melhores empresas para se trabalhar no Brasil, na edição de setembro da Você SA, e no mês seguinte, demitiu 300 pessoas. “Manter essas trezentas pessoas a mais não era sustentável naquele momento”, defendeu.

A política de relacionamento com os trabalhadores ganhou novo formato na Volvo, quando em 2003 a unidade brasileira decidiu estrategicamente se tornar uma subsidiária de “classe mundial” – com valores e operações em níveis elevados de satisfação e produtividade. Em uma auto avaliação realizada há 10 anos, de 1 mil pontos possíveis, a empresa totalizou 350 pontos.

“Percebemos que havia um longo caminho a percorrer: em 10 anos, conseguimos sanar problemas e avançar. É mais que ganhar prêmios, é colher agora os frutos que plantamos em 2003 e plantar agora o que queremos colher em 2023”, reforçou.

As melhorias pelas quais a Volvo passou nesses 10 anos foram basicamente estruturadas em ações que envolvem diretamente o recurso humano, com o objetivo de criar equipes globais de alto desempenho para apoiar programas corporativos que deram suporte aos processos de melhorias do setor na empresa.

Ele elencou diversos aspectos envolvidos neste processo: recrutamento e seleção de pessoas cuja política incentiva a diversidade, apoiada na identificação de talentos; melhorias na comunicação, que abrange grupos com reuniões semanais, criação de comissão de fábrica para estreitar a relação funcionário-empresa; equipes auto gerenciáveis e programas que englobam a política de qualidade de vida, com um olhar minucioso para as diversas práticas que envolvem todos os aspectos do trabalhador: jornada flexível, promoção de alimentação saudável, assistência médica domiciliar de urgência, programa individual de home-office pós licença maternidade, atividades sociais e programa de preparação para aposentadoria, além dos programas corporativos educacionais, como curso de idioma, programas de voluntariado, planejamento familiar e de investimentos e programas de desenvolvimento de lideranças.

“O bom andamento das práticas se dá a partir da observação de três pilares: da constância dos propósitos, o que envolve manutenção; consistência, que está ligado ao como fazer, e por fim, coerência, que é a conexão do que se prega com a vivência do dia-a-dia”, concluiu.



Tags: 1º Fórum RH da Indústria Automobilística, Volvo, recursos humanos, ambiente de trabalho, Rubens Cieslak.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência