Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Indústria | 27/03/2013 | 23h55

Chery fará mais modelos na fábrica de Jacareí

Além do Celer, produção de um compacto já é certa; depois virá um utilitário esportivo

MÁRIO CURCIO, AB | De Jacareí (SP)

Depois de mostrar o Celer à imprensa, o CEO e vice-presidente da Chery Brasil, Luis Curi, concedeu entrevista coletiva e falou do início da produção local do carro, previsto para abril de 2014, e de futuros produtos, entre eles um modelo compacto.

Tudo indica que o QQ será o próximo nacional da marca chinesa, pois Curi descartou o S-18 e afirmou que o tal compacto já existe. E o QQ não só existe como deve representar metade das 30 mil unidades que a Chery quer emplacar este ano no Brasil.

O executivo também admitiu a montagem local, num segundo momento, de um utilitário esportivo, mas garante que não será o Tiggo, hoje montado no uruguai, cujas vendas começaram em 2009. Acompanhe a entrevista com Luis Curi.

Automotive Business - O Celer foi reestilizado há pouco tempo. O Brasil vai fabricar a geração mais atual ou esta que começa a ser vendida?

Luis Curi - Vamos produzir este mesmo carro.

Por que a maioria destes Celer chineses está equipada com baterias Moura, nacionais? Existem outros componentes locais?

Essas baterias são colocadas durante o processo de PDI (preparação dos carros quando chegam ao porto). Essa é uma forma de avaliar o desempenho do produto. Também estamos testando nos carros chineses velas de ignição e bombas de combustível nacionais.

Tem mais algum item brasileiro nos carros?

Não, mas o motor flex foi desenvolvido pela Delphi no centro tecnológico de Piracicaba.

O Brasil será a base de exportação para a América Latina?

Sim, de fato será.

Os motores serão produzidos em Jacareí?

Ainda não há definição sobre a produção de motores no Brasil. Nota da redação: durante o IV Fórum da indústria Automobilística, Curi falou sobre a produção local de propulsores (leia aqui).

Haverá novos investimentos?

Sim, mas falarei sobre isso mais adiante.

A Chery não vai contratar um garoto-propaganda, assim como a JAC Motors fez com o Faustão?

Olha, bem que eu gostaria, mas não podemos fazer isso agora.

Quantos turnos de trabalho vão operar?

No início um e depois dois turnos.

A Hyundai admitiu recentemente que abrirá o terceiro turno em Piracicaba...

Estamos preparados para um terceiro turno se for preciso.

Em 2012 a Chery admitiu a possibilidade de contratar funcionários dispensados da General Motors de São José dos Campos. Nesta semana a GM demitiu 598 trabalhadores. A Chery já os procurou?

Vamos acelerar o pré-cadastramento desses funcionários. Essa mão de obra é muito qualificada e nos interessa, mas ainda não podemos tomar a iniciativa.



Tags: Chery, Celer, Luis Curi, CEO, vice-presidente, Baterias Moura, Delphi, Hyundai, Piracicaba, QQ, S-18, Tiggo, Jacareí, JAC Motors, Faustão.

Comentários

  • Marta

    Meu DEUS vai mentir assim lá longe, a fabrica não era para 2013? estão trazendo tudo da china inclusive funcionarios? tudo isto é mais uma vergonha outras coisa aonde esta a nacionalização o caso da bateria só foi colocada a nacional (Moura ) pois os carros estão parados a quase um ano no Porto porrisso tiveram que trocar as baterias, informação esta do proprio porto onde meu sobrinho trabalho tem carro já podre. sem falar que estes lixos são todos 2012.

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência