Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Distribuição | 21/02/2013 | 16h19

Lançamentos incrementam faturamento das concessionárias

Estudo da AutoAnálise mostra que a chegada de modelos novos impulsiona a rede

REDAÇÃO AB

Levantamento da consultoria AutoAnálise aponta que os lançamentos feitos pelas montadoras nos últimos meses impactaram a rede de distribuição em janeiro. As concessionárias viram as vendas crescerem e registraram aumento no faturamento. Segundo a empresa responsável pelo estudo, os resultados das revendas indicam quando as fabricantes acertam no carro. A análise levou em conta três companhias que fizeram grandes lançamentos em 2012: General Motors, Toyota e Hyundai.

Segundo a AutoAnálise, lançamentos da GM, como o Onix, Sonic, Cruze Sport 6, Spin e Trailblazer responderam por 45% do faturamento total de janeiro. Além disso, as novidades foram capazes de segurar a participação da empresa em torno de 16% no segmento de veículos leves.

A montadora colocou em prática nos últimos meses um agressivo processo de renovação de seu portfólio, que incluiu o lançamento de sete modelos novos em 2012. O estudo indica que esse processo foi feito sem afetar negativamente a rede de distribuição. Cada concessionária da marca teve incremento de, em média, 3,5% em suas receitas com os lançamentos.

A Toyota também evolui com a chegada de seu primeiro popular no Brasil, o compacto Etios. A pesquisa da AutoAnálise indica que o modelo respondeu por 15% do faturamento em janeiro e permitiu que a marca ampliasse em 0,83 ponto porcentual sua participação no mercado nacional. A empresa não ampliou o número de concessionárias, o que poderia diluir os ganhos registrados com o lançamento. Com isso, as lojas da marca tiveram aumento médio de 15% em suas receitas.

O HB20, primeiro carro produzido na fábrica da Hyundai em Piracicaba (SP) trouxe ganhos ainda mais expressidos. Com o modelo, a participação da marca no total de faturamento do mercado cresceu 2,32 pontos. A consultoria destaca que o modelo teve impacto 2,8 vezes maior do que o Toyota Etios.

O modelo respondeu por 42% das receitas da marca em janeiro de 2013, considerando também os veículos importados. A nova rede de distribuição, criada exclusivamente para vender os carros produzidos na fábrica brasileira, alcançou faturamento de R$ 2,6 milhões por loja em quatro meses de atividades. O valor é cerca de 87% do total realizado pelos concessionários brasileiros, em média.

Rede



Tags: lançamento, concessionária, rede de distribuição, AutoAnálise.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência