Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Lançamentos | 19/02/2013 | 18h47

Honda já vende CB 300R e XRE 300 com motores flex

Versão urbana tem preço inicial de R$ 11.990 e a trail, de R$ 13.290; freios ABS são opcionais

REDAÇÃO AB

As concessionárias Honda já vendem duas novas motocicletas flex na linha 2013. O mais acessível dos lançamentos é a CB 300R, que tem preço sugerido de R$ 11.990. Quando equipada com sistema antitravamento nos freios (ABS), a novidade atinge R$ 13.690. Outro modelo que se tornou flexível foi a XRE 300. A versão mais em conta tem tabela inicial de R$ 13.290. Com ABS, o valor é de R$ 14.990.

A CB 300R é a sexta moto mais vendida da Honda e teve 57.471 unidades emplacadas em 2012. Sua principal concorrente, a Yamaha YS 250 Fazer, recebeu opção bicombustível no segundo semestre do ano passado, mas teve 25.640 unidades emplacadas em todo o ano, volume 55,4% menor.

A XRE 300 foi a sétima Honda mais vendida em 2012, com 33.307 unidades emplacadas. De sua principal concorrente, a Yamaha XTZ Lander 250, chegaram às ruas 6.432 unidades no mesmo período. A rival ainda não recebeu opção flexível.

MELHORIAS TÉCNICAS

Para receber a tecnologia flexível, algumas alterações técnicas foram necessárias. O injetor é exclusivo e permite maior vazão. Um filtro de combustível secundário tem maior capacidade de retenção de sujeira e evita o entupimento precoce da bomba. O gerador foi adequado para atender ao maior esforço provocado pela partida a frio.

O tratamento interno do tanque e o potenciômetro do marcador de combustível foram alterados para funcionamento com álcool. Por fim, a bomba de combustível ganhou tratamento interno para suportar o uso do etanol. O motor é praticamente o mesmo para ambas. Tem um cilindro, duplo comando no cabeçote e quatro válvulas. A CB 300R produz até 26,7 cv quando abastecida com etanol e a XRE, 26,3 cv. A transmissão tem cinco marchas. O sistema flex adotado por Honda e Yamaha até permite o abastecimento com 100% de etanol. Mas, pela redução de custo e simplificação técnica, nenhuma delas tem sistema de partida a frio.

Assim, é importante ter ao menos 20% de gasolina no tanque para facilitar a partida em dias com temperatura abaixo de 20 graus Célsius.



Tags: Honda, CB 300R, XRE 300, ABS, bicombustível, Yamaha, Fazer, Yamaha, XTZ, Lander.

Comentários

  • Marcelo campo

    Só falta é fazer uma matéria dizendo do problema que muitos estão tendo em relação ao trincamento do cabeçote. Minha moto apresentou problema e a honda enrolou ate sair da garantia. Moral da historia depois que saiu da garantia resolveram abrir o motor constatou esse problema do trincamento no cabeçote. E agora honda não quer cobrir pois saiu da garantia, sendo que minha moto esta com 25mil km. Na concessionária o mecanico disse que é problema de fabricação, mas não querem me dar nenhum papel dizendo isso e na honda (fábrica) a moça admitiu por telefone que com essa quilometragem não é para dar esse problema mais também não querem dar por escrito falando da irresponsabilidade deles.

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência