Automotive Business
  
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Mercado | 01/02/2013 | 03h41

Honda projeta crescer 10% no Brasil em 2013

Diretor Paulo Takeuchi revela as expectativas da fabricante para este ano

MÁRIO CURCIO | De Campinas (SP)

Mais falante que de costume, o diretor de relações institucionais da Honda, Paulo Takeuchi, pareceu animado com as perspectivas para este ano em entrevista concedida a Automotive Business, já que a fabricante bateu recorde de vendas no Brasil em 2012, com 134.938 automóveis e comerciais leves emplacados. “Para este ano estimamos cerca de 150 mil”, afirma. O crescimento passaria de 10% dessa forma.

Um dos carros a apoiar esse crescimento será o sedã Civic, que passa a ser equipado com motor 2.0 flexível em parte da nova linha (veja aqui). A intenção da fabricante é vender cerca de 60 mil unidades do carro, quase 20% a mais do que as 50.490 de 2012. A ampliação da rede é outra questão (até o fim de 2014 a empresa quer passar de 200 a 240 concessionárias).

A Honda também espera crescimento das vendas do Fit com a versão Twist e do City com a futura opção SE, que chega este ano. A montadora terá de concentrar esforços nos produtos montados aqui, pois a imposição de cotas para modelos importados vai restringir a vinda do CR-V, produzido no México. Takeuchi acredita que a Honda trará algo entre 10 mil e 12 mil unidades. Acompanhe a entrevista.

Automotive Business - A Honda ocupou no Brasil o sexto lugar entre os autos e comerciais leves em 2012 e deve ser ultrapassada em 2013 por Toyota e Hyundai, que têm agora novos modelos de entrada. Não é hora de a Honda produzir um modelo mais acessível no Brasil?

Paulo Takeuchi - A questão mais determinante para isso são os cenários econômicos e políticos. Veja o exemplo da Argentina, onde investimos na fábrica... Enfrentamos burocracia, dificuldades. E esses carros só se viabilizam com grandes volumes, algo como 100 mil unidades por ano. Não sei se conseguiríamos fazê-lo em Sumaré, mesmo transferindo toda a produção do City para a Argentina e reabrindo o terceiro turno.

O terceiro turno volta em 2013? Quantas unidades a fábrica vem produzindo por dia em dois turnos?

Este ano não contamos com o terceiro turno, somente se o mercado realmente exigir. Atualmente, Sumaré produz cerca de 600 carros por dia em dois turnos.

Quando chega o pequeno utilitário esportivo originado do conceito Urban?

Deve surgir até o fim de 2014.

O novo centro de pesquisa e desenvolvimento já está com as fundações prontas, as paredes subindo e deve gerar a contratação de 200 engenheiros. Quando fica pronto?

Entre outubro e novembro. Este ano, gastaremos cerca de R$ 300 milhões entre a compra de ferramental e equipamentos para o novo centro. (Nota da redação: a verba é parte de um investimento anunciado no início de 2012, de R$ 1,02 bilhão a ser utilizado até o fim de 2014. Em 2013 já teriam sido gastos R$ 300 milhões em projeto e ferramental para o Civic e R$ 100 milhões em obras de infraestrutura do novo centro).

E nas motos, o que está programado para 2013?

Também haverá lançamento de produtos. E vamos inaugurar no segundo semestre nosso terceiro centro educacional, agora em Manaus. Ele servirá de apoio às regiões Norte e Centro-Oeste.



Tags: Honda, Civic, Fit, Twist, CR-V, Paulo Takeuchi, autos e comerciais leves, Toyota, Hyundai.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência