Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Mercado | 14/01/2013 | 18h48

JAC comemora bons resultados na América do Sul em 2012

Brasil responde por 60% das vendas da região

REDAÇÃO AB

2012 foi um ano de grande salto para a JAC na América do Sul, que inclui operações para mais de 30 países, como Brasil, Bolívia, Colômbia, Chile, Peru, Equador e Costa Rica. A fabricante chinesa comemora a exportação de cerca de 55 mil veículos em todo mundo. Desse total, cerca de 30 mil para a região (cerca de 60% de todas as unidades exportadas pela empresa).

Mercado que contribuiu fortemente para esse resultado foi o brasileiro, que já é o maior da JAC fora da China. Segundo dados da Fenabrave, a federação que reúne os concessionários do País, a JAC vendeu mais de 18 mil veículos em 2012 no Brasil (1,1 mil somente em dezembro), o que representa 60% das vendas totais sul-americanas no ano.

São trazidos para o Brasil atualmente os modelos J2, J3, J3 Turin, J5, J6, e o caminhão de pequeno porte T140. O J2 é o mais recente lançamento. Foi apresentado no Salão do Automóvel de São Paulo em outubro. De janeiro a dezembro de 2012, segundo a Fenabrave, 149 unidades do modelo foram vendidas no Brasil. No Chile, o J2 foi lançado em abril, com vendas de mais de mil unidades no acumulado do ano.

Para fortalecimento de seus negócios na região, a futura fábrica da JAC no Brasil, que está sendo construída em Camaçari (BA), absorve investimentos de R$ 1 bilhão. O primeiro modelo a ser montado será o T140, cujas vendas iniciaram em dezembro passado e que marcou a entrada da marca no segmento de veículos comerciais. Na Venezuela, a fabricante também conta com uma planta de veículos comerciais leves, a única do país.

Quanto às expectativas para 2013, um executivo-chave da fabricante diz: "A JAC considera a América do Sul como uma segunda casa. Promete trazer produtos de primeira classe, qualidade e serviço, bem como a experiência de fabricação para os mercados da América do Sul, fortalecendo as economias e as indústrias automotivas locais. Em 2013, a JAC espera obter crescimento ainda maior."



Tags: JAC, vendas, América do Sul, Bric.

Comentários

  • Almir J. Barbosa

    Isso prova que mesmo pra jac, que é bem forte na China, o Brasil é um bom território pra se vender carros. Com essa boa quantidade de vendas, com certeza não vão largar o osso - a jac continuará aqui!

  • César

    é meu, a Jac representou aqui no Brasil. Querendo ou não, o marketing dos caras é muito forte!

  • Sérgio

    É, ouvi dizer que são os maiores importadores de 2012 aqui no Brasil. Estão de parabéns!!

  • Danilo

    Os jacquizinhos estão dominando o pedaço. Começaram a aparecer vários aqui no meu bairro.

  • Jean

    éh.... A JAC ta faturando, principalmente no Brasil. Sinal de que, apesar de todo o preconceito, o carro é bom!

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência