Automotive Business
  
Siga-nos em:

Notícias

Ver todas as notícias
Setor de ferramentaria pede medidas de reforço ao MDIC
Ministro Fernando Pimentel recebe prefeito de São Bernardo e representantes da APL de Ferramentaria do ABCD

Legislação | 10/01/2013 | 17h51

Setor de ferramentaria pede medidas de reforço ao MDIC

Segmento prevê alta demanda este ano a partir de exigências do novo regime automotivo

REDAÇÃO AB

Representantes do Arranjo Produtivo Local (APL) de ferramentaria do ABCD, região metropolitana da capital paulista, pediram a criação de um programa piloto para o fortalecimento da cadeia produtiva de ferramentaria, que incluiria linhas de financiamento do BNDES e a criação de um grupo de trabalho de inteligência competitiva do setor no País. As medidas foram apresentadas pelo prefeito de São Bernardo do Campo (SP), Luiz Marinho, em reunião com o ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Fernando Pimentel, na terça-feira, 8.

De acordo com o plano, o grupo seria responsável por avaliar periodicamente a evolução do setor, as importações, a produção nacional, as necessidades de formação de mão de obra, além dos novos projetos de veículos e o desenvolvimento da cadeia produtiva setorial. A ideia, segundo o MDIC, é reforçar as atividades do setor, que terá alta demanda a partir deste ano com o novo regime automotivo, o Inovar-Auto, que para dar o direito de redução de até 30 pontos porcentuais do IPI, exige que a empresa comprove gastos com ferramentaria e investimentos em engenharia, tecnologia industrial básica e capacitação de fornecedores e desenvolvimento de ferramental, moldes e modelos para moldes.

Segundo o ministro Pimentel, o polo de ferramentaria do ABCD é uma experiência bem sucedida que pode ser replicada em outras regiões do País. “Queremos tirar proveito do que temos de positivo nesse setor”, destacou.

Os APLs são aglomerações de empreendimentos de uma mesma atividade produtiva localizados em determinada região geográfica. O MDIC é o coordenador do Grupo de Trabalho Permanente para APLs (GTP-APL), formado por 33 instituições e responsável pela definição das políticas para o setor. Criado em 2010, o APL do ABCD é integrado pelas prefeituras de São Bernardo, Diadema, Ribeirão Pires, Consórcio Intermunicipal do Grande ABC (com sete municípios), Piracicaba, sindicatos e associações do setor e empresas do ramo.

Atualmente, o setor de ferramentaria incorpora mais de 10 mil empresas e gera 166 mil empregos. Com o fortalecimento do setor e o aumento da produção, há expectativa de aumentar em mais de 50% as vagas no setor.



Tags: Inovar-auto, regime automotivo, ferramentaria, cadeia produtiva, APL, Arranjo Produtivo Local, Fernando Pimentel.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência