Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Legislação | 14/12/2012 | 21h10

SNS (JAC) é a primeira importadora habilitada no Inovar-Auto

Fiat, Ford, Mercedes-Benz e Scania também se habilitam. Ao todo, 14 empresas já entraram para o novo regime automotivo

REDAÇÃO AB

Mais cinco empresas foram habilitadas no novo regime automotivo, o Inovar-Auto, lançado em 4 de outubro como parte do Plano Brasil Maior. São elas: Fiat, Ford, Mercedes-Benz, Scania e a primeira importadora a pedir para entrar no programa, a SNS Automóveis, do Grupo SHC do empresário Sérgio Habib, que distribui oficialmente os veículos das marcas JAC e Aston Martin no Brasil. As portarias de habilitação ao novo regime automotivo foram publicadas no Diário Oficial (veja aqui) da sexta-feira, 14, pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC).

Para participar do Inovar-Auto, a importadora SNS Automóveis assumiu os compromissos de atingir níveis mínimos de eficiência energética com relação aos produtos comercializados no País (melhoria de 12% até 2017); aderir ao Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular (PBEV); além de investir em pesquisa, desenvolvimento, engenharia, tecnologia industrial e capacitação de fornecedores, por meio de depósitos no Fundo Nacional de Desenvolvimento Cientifico e Tecnológico (FNDCT).

As habilitadas – com exceção da Scania que não importa nenhum veículo para o Brasil – terão acesso a uma cota de importação de 1,2 mil unidades até o fim do ano e mais 1,2 mil entre 1º de janeiro e 31 de março de 2013, com isenção nesse período da sobretaxação de 30 pontos percentuais no IPI, conforme prevê o novo regime. O valor corresponde a um quarto da cota máxima anual de importações de 4,8 mil, justamente porque a habilitação tem validade por dois trimestres, encerrando-se em março de 2013. Em fevereiro, as cinco empresas e as demais que já se habilitaram terão de encaminhar um novo requerimento para renovar sua participação no programa por mais um ano, o que acontece sempre no mês de março.

JAC FARÁ OUTRA HABILITAÇÃO

No primeiro trimestre do ano, quando as cotas de sua importadora forem finalizadas, o empresário Sérgio Habib deverá apresentar outro pedido de habilitação ao Inovar-Auto, com outra razão social, exclusiva para os negócios da JAC, que está construindo fábrica em Camaçari, na Bahia, e entrará no programa como investidor. A planta terá investimento de US$ 600 milhões e iniciará a operação em 2014, com capacidade para até 100 mil veículos/ano. Até lá, segundo prevê o Inovar-Auto, a empresa poderá importar sem a sobretaxação de IPI o equivalente a 25% da produção prometida – no caso, 25 mil veículos similares aos que serão construídos na Bahia, benefício que será usufruído pelo J3 hatch e sedã. Segundo as regras do regime, outros 25% importados poderão ser isentados do IPI extra, mas o valor recolhido só será devolvido à JAC depois que a produção nacional começar.

14 HABILITADAS

Desde a publicação do decreto que deu origem ao Inovar-Auto, em outubro passado, o programa totaliza 14 habilitações de 13 empresas. Renault, General Motors, PSA Peugeot Citroën, Toyota, Volkswagen, Honda Automóveis, Mitsubishi e Nissan foram habilitadas como produtoras, sendo que esta última foi também como investidora, já que apresentou projeto de investimento de R$ 2 bilhões em sua unidade industrial que está sendo construída em Resende (RJ), com capacidade de produção de 200 mil veículos/ano a partir de 2014.



Tags: Inovar-Auto, regime automotivo, Fiat, Ford, Mercedes-Benz, Scania, SNS Automóveis, JAC.

Comentários

  • César

    A Jac deu uma mudada legal no mercado de automóveis brasileiros. Espero que continuem assim! Tenho um turin e não tenho do que reclamar!

  • Anderson

    GLORIA! Tudo bem que ficou meio na cara que o IPI só veio tãodo nada pq a JAC tava arregaçando em vendas, mas tudo bem! Agora ta tudo certo. Vai ser bom pro Brasil e pra eles!

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência