Automotive Business
  
ABLive

Notícias

Ver todas as notícias

Negócios | 13/12/2012 | 15h54

Piquini cria a agência Três Meia Zero

Ex-Iveco, executivo é agora empreendedor

REDAÇÃO AB

Depois de atuar até o fim de setembro como diretor de comunicação na Iveco Mercosul, Marco Piquini decidiu empreender e abriu a Três Meia Zero Comunicação Integrada, com sede em Belo Horizonte. Ele revela que já conta com dois clientes e avança em novos negócios para o início de 2013. O logo da empresa foi criado pelo designer Clayton Pedrosa, baseado em uma espiral sem fim. “Somos uma empresa especializada em comunicação integrada para a gestão da mudança”, relata o executivo. O setor automotivo é um de seus alvos.

Ele explica que “parece chic, mas é simples”: há muitas empresas pequenas e médias que não conhecem a moderna comunicação empresarial, não sabem para que serve e nem como comprar essa coisa. Por isso, quando se aventuram nesse campo, brifam mal, compram errado, gastam muito e reclamam dos resultados.

“Aí entra a Três Meia Zero. Nos inteiramos da estratégia da empresa, fazemos um diagnóstico da situação atual, sugerimos um plano de comunicação integrada, aprovamos o respectivo budget, alinhamos com parceiros como agências de publicidade, de assessoria de imprensa, RP e eventos e produzimos todo o projeto de forma sinérgica e acompanhamos sua implantação”, explica.

Piquini garante que os efeitos tendem a ser quase imediatos e facilmente perceptíveis pelo cliente. Os telefones para contato são (31) 9362-5331 ou (31) 8769-2704. O site www.tresmeiazero.com.br e o e-mail piquini@tresmeiazero.com.br entram no ar em 2013. Até lá, o e-mail piquini@gmail.com cumpre a tarefa de trocar informações.



Tags: Três Meia Zero, Marco Piquini, comunicação integrada.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência