Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Indústria | 04/12/2012 | 21h11

Ônibus: produção de carrocerias supera as expectativas

Simefre projeta a fabricação 42 mil unidades

GIOVANNA RIATO, AB

A produção de carrocerias de ônibus deve chegar a 42 mil unidades este ano, com expansão de 16,6% sobre o volume de 2011, segundo estimativa do Simefre, sindicato da indústria de materiais e equipamentos ferroviários e rodoviários. Se alcançado, o resultado ficará acima da expectativa inicial da entidade, que no início do ano previa retração para 2012.

“O mercado acumulava queda de 8% até outubro. Expusemos nossas preocupações ao governo federal, que tomou providências para incentivar o setor”, conta José Antônio Martins, presidente da organização e membro do conselho da Marcopolo. Entre as ações que aqueceram as vendas está o PAC Mobilidade, pacote de compras governamentais que vai gerar a aquisição de 4 mil a 4,5 mil ônibus para sistemas BRT. Houve ainda aceleração do Caminho da Escola, com a compra de 8,5 mil unidades e a redução das taxas de juros do Finame para 2,5% ao ano.

Para manter o ritmo no mercado internacional, os fabricantes do setor reduziram os preços. “Diminuímos proporcionalmente ao que recebemos de desonerações. Dessa forma, pudemos competir lá fora”, explica Martins.

Apesar das incertezas da economia internacional, o executivo mantém a perspectiva positiva para 2013. Segundo ele, a produção nacional crescerá pelo menos 10% no ano, para cerca de 47 mil unidades. Com o volume, o Brasil pode se tornar o maior fabricante de carrocerias do mundo, à frente da Índia e dos Estados Unidos.



Tags: ônibus, carrocerias, Simefre, produção.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência