Automotive Business
  
ABLive

Notícias

Ver todas as notícias

Indústria | 29/11/2012 | 01h36

Schmall faz as pazes com São José dos Pinhais

Presidente da VW expôs dificuldades aos metalúrgicos paranaenses

MÁRIO CURCIO, AB | De Campinas (SP)

Jogando mais duro, com uma estratégia que preferiu chamar de “acerto na comunicação com os funcionários”, o presidente da Volkswagen do Brasil, Thomas Schmall, conseguiu tornar mais competitiva a fábrica de São José dos Pinhais, no Paraná. “Ninguém conhece aquela fábrica como eu”, disse Schmall em entrevista a um grupo de jornalistas nesta quarta-feira, 28.

“Reunimos os trabalhadores do Paraná, mostramos algumas notícias sobre investimentos recentes em outras fábricas (Taubaté e São Carlos) e perguntamos a eles: “Por que vocês acham que não há notícias desse tipo sobre esta fábrica?” Foi assim que conseguiu dobrar os trabalhadores.

Por um momento, Schmall pensa alto, em tom de desabafo: “O sindicato (dos metalúrgicos) tem o papel de representar os funcionários. Não é uma empresa criada para trabalhar contra a Volkswagen”, disse Schmall aos jornalistas.

A pacificação chega em boa hora. A fábrica paranaense estaria em seu limite por causa da demanda aquecida pelo Fox, trabalhando inclusive nos fins de semana e produzindo 840 carros por dia. “Com um pequeno investimento, poderemos facilmente elevar esse número para mil carros ao dia”, afirmou o executivo.

Schmall não cravou números exatos sobre o investimento, apenas confirmou a possibilidade. Segundo o presidente da VW, dos R$ 8,7 bilhões a ser investidos até 2016, dois terços serão em produtos e o restante em estrutura. Por não acreditar em um crescimento expressivo do mercado em 2013, Schmall não confirmou novos investimentos em Taubaté por não ver a real necessidade para que isso ocorra no momento.

Ele acredita em crescimento de 2% do mercado em 2013 e em um início de ano fraco, já que muitos daqueles que trocariam de carro em janeiro ou fevereiro (meses tradicionalmente ruins) anteciparão a compra por causa do fim da redução do Imposto sobre Produtos Industrializados, que não deve ser prorrogada novamente.



Tags: VW, São José dos Pinhais, Paraná, Thomas Schmall, Taubaté.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência