Automotive Business
  
ABLive

Notícias

Ver todas as notícias
Concessão de crédito para a compra de veículos cai 32,8% em setembro

Crédito | 26/10/2012 | 18h39

Concessão de crédito para a compra de veículos cai 32,8% em setembro

Inadimplência teve leve alta e chegou a 6%

GIOVANNA RIATO, AB

A concessão de crédito para a compra de veículos por pessoas físicas sofreu tombo de 32,8% em setembro na comparação com o mês anterior e somou R$ 6,37 bilhões. O dado foi divulgado na sexta-feira, 26, no relatório sobre o sistema nacional de crédito elaborado pelo Banco Central. Nota divulgada pela instituição avalia que a retração foi influenciada pelo menor número de dias úteis em relação ao mês anterior e pela greve dos bancários no período.

Outro fator é a forte base de comparação, já que em agosto as vendas de veículos sofreram forte aceleração com a expectativa de fim do desconto no IPI. O mercado esperava para aquele mês o término do desconto na alíquota, o que provocou uma corrida às concessionárias.

A retração nas concessões ao longo do mês refletiu no saldo total de crédito para a compra de veículos, que caiu 0,5% na comparação mensal para R$ 203,53 bilhões, redução de mais de R$ 1 bilhão. Operações de Leasing respondem por R$ 17,13 bilhões desse montante, em queda de 4,8% em setembro na comparação com agosto e diminuição de 46,4% nos últimos 12 meses. Já o CDC (Crédito Direto ao Consumidor) soma R$ 186,40 bilhões, com leve baixa de 0,1% na base mensal e crescimento de 11,4% nos últimos 12 meses.

A média diária de concessões teve redução de 18,6% sobre agosto, para R$ 335 milhões por dia em setembro. O prazo médio dos financiamentos também caiu e chegou a 494 dias, em torno de 16 meses. As retrações foram acompanhadas por leve alta nas taxas de juros para a aquisição de veículos. Em setembro houve aumento de 0,4 ponto porcentual, para de 20,9% ao ano. Apesar disso, quando considerado o acumulado do ano, ainda há retração de 5,3 pontos em relação ao mesmo período de 2011.

INADIMPLÊNCIA APONTA PARA CIMA

A inadimplência no setor de veículos começa a apontar para cima novamente. Houve aumento de 0,1 ponto porcentual nos atrasos acima de 90 dias em setembro e relação a agosto, para 6%. A inadimplência já apresentou evolução de 1 ponto porcentual entre janeiro e setembro na comparação com o mesmo período do ano passado.

A expectativa de que os calotes diminuam até o fim do ano pode não se confirmar. O índice de atrasos de 15 a 90 dias, considerado um indicador da tendência de inadimplência, aponta para cima. Em setembro houve evolução de 0,1 ponto, para 7,8%.



Tags: crédito, inadimplência, veículos, Banco Central.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência