Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Crédito | 03/10/2012 | 18h47

Motos: bancos unem-se para venda a prazo

Caixa e Panamericano criam linha sem entrada para modelos a partir de 100 cc

REDAÇÃO AB

A Caixa Econômica Federal fez uma parceria com o Banco Panamericano para financiamento de motos zero-quilômetro. O acordo resultará em uma promoção para o segmento de motocicletas novas com cilindrada a partir de 100 cc, que permitirá o financiamento total do bem com prazo máximo de 36 meses. A informação é da agência Reuters.

A Caixa é acionista minoritária do Panamericano, que tem tradição no segmento de duas rodas. A promoção tem início imediato, vale para quem é ou não cliente da Caixa e do Panamericano e deve beneficiar mais de 2,5 mil concessionárias de motos.

O Panamericano responde por 12% dos financiamentos de motos e a parceria com a Caixa econômica Federal deve elevar essa participação para 25%. O acordo entre os bancos ocorre em um momento em que a aprovação de propostas de financiamento de motocicletas estaria abaixo de 20%. Setembro teve o pior resultado em emplacamento de motos dos últimos três anos e meio (veja aqui).

A Abraciclo, associação que reúne fabricantes de motocicletas, aprovou a iniciativa da Caixa. Em nota, a entidade recorda que 85% das motocicletas são compradas pelas classes C, D e E, que precisam financiar o bem. Nesta terça, 2, o Banco do Brasil anunciou redução de juros para motos com cilindrada a partir de 150 cc e uma linha de crédito específica para modelos entre 150 e 249 cc de cilindrada.



Tags: Caixa Econômica Federal, Panamericano, motos, motocicletas, Abraciclo, crédito, financiamento, concessionárias, emplacamento, Banco do Brasil.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência