Automotive Business
  
ABLive

Notícias

Ver todas as notícias

Segurança | 21/08/2012 | 16h22

GM fornece veículos para testes de comunicação

Programa testará eficácia de tecnologias de comunicação entre veículos para evitar acidentes

REDAÇÃO AB

A General Motors fornecerá oito unidades entre os modelos Buick e Cadillac para a frota de veículos de um programa piloto de implantação das tecnologias de comunicação entre veículos (V2V) e entre veículo e sistemas viários e de infraestrutura (V2I), para a realização de testes reais nas ruas por um ano nos Estados Unidos, onde cerca de 30 mil pessoas morrem por ano em acidentes nas estradas.

Conhecido como V2V, o sistema de comunicação veículo-veículo permite enviar e receber de outros veículos dotados da mesma tecnologia informações básicas como velocidade, localização e direção, além de emitir alerta quando uma potencial colisão é detectada, enquanto o V2I comunica-se com partes da infraestrutura viária, com informações sobre o tráfego, sinais e semáforos, atributos de estrada e condições de pista.

Para a parte V2I do programa, 73 quilômetros de pista de Ann Arbor, cidade universitária de Michigan, foi instrumentada com 29 equipamentos. O departamento de transporte selecionou a cidade devido ao seu mix de tráfego, a variedade de tipos e características viárias, clima sazonal e proximidade com os fabricantes de veículos e fornecedores.

“Este programa vai ajudar a GM a determinar um prazo para a introdução de tecnologia V2V em seus modelos, globalmente, na segunda metade desta década. Vai levar cerca de cinco anos de entrada no mercado para que os clientes realmente se beneficiem da tecnologia. Em última análise, as tecnologias V2V e V2I vão aperfeiçoar a segurança e a eficiência do tráfego para muitos motoristas”, disse Hariharan Krishnan, técnico do departamento de Pesquisa e Desenvolvimento para Sistemas de Controle e Percepção do Veículo.

A iniciativa, que irá determinar a eficácia do V2V e V2I na redução de acidentes, será realizada pelo Instituto de Pesquisa de Transportes da Universidade de Michigan. A expectativa é de que no fim de 2013, o órgão de segurança viária dos Estados Unidos, a NHTSA (National Highway Transportation Safety Administration) utilize os dados coletados por estes veículos para medir os benefícios gerais do sistema. A análise dos dados pode resultar na implantação da tecnologia V2V em larga escala antes do fim desta década.

“Participar deste programa vai ajudar a GM e os nossos parceiros de pesquisa a ganhar uma compreensão mais precisa e detalhada do V2V e os potenciais benefícios de segurança do V2I. É essencial que normas comuns sejam estabelecidas para as tecnologias V2V e V2I para que os diferentes veículos das montadoras possam se comunicar e interagir uns com os outros de uma forma consistente”, disse Nady Chinquilho, diretor global de pesquisa e desenvolvimento do Laboratório de Elétrica e Sistemas de Controle da GM.

Veja o vídeo demonstrativo do funcionamento das tecnologias V2V e V2I aqui.



Tags: GM, General Motors, tecnologia, comunicação, segurança, acidentes.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência