Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Powertrain | 07/08/2012 | 19h57

Cummins revê estratégias com queda de vendas

Fabricante de motores deve acompanhar a queda de 40% na produção de caminhões

PAULO RICARDO BRAGA, AB

Luis Chain, diretor de vendas e marketing da Cummins do Brasil, admite que 2012 já é um dos anos mais difíceis para a operação brasileira da fabricante independente de motores diesel. Depois de contabilizar recordes de vendas em 2011, a companhia amarga a queda de quase 40% na produção de caminhões este ano, causada em larga medida pela entrada em vigor da nova legislação de emissões Proconve P7, que obrigou à adoção de motores Euro 5, mais caros que os Euro 3 anteriormente usados. Com isso, a empresa trata de definir novas estratégias de atuação no mercado brasileiro, especialmente depois que a MAN Latin America, seu principal cliente, anunciar a intenção de estimular a aplicação de motores da própria marca nos seus powertrains locais.

Chain aposta na retomada das vendas de veículos comerciais apenas em 2013 e revela que há ainda uma série de dificuldades a serem superadas para arredondar a transição da tecnologia Euro 3 (Proconve P5) para Euro 5 (Proconve P7). Uma delas é a disponibilidade ampla de diesel limpo, com baixo teor de enxofre, outra a da solução de ureia Arla 32 (que a Cummins oferece em seus distribuidores), que são duas condições essenciais para fazer funcionar adequadamente os motores Euro 5 com sistema SCR. Um terceiro desafio é vencer a resistência dos frotistas à inovação que representa a adoção da tecnologia Euro 5, mais complexa e que exige novos conhecimentos e adaptação em várias frentes.

“Os obstáculos na introdução de Euro 5 no Brasil não são muito diferentes dos enfrentados na Europa. Outros países tiveram problemas equivalentes. Mas é inegável que poderíamos ter evitado algumas dificuldades, como a distribuição de diesel limpo e Arla, a disseminação de conhecimento sobre as novas tecnologias. Talvez pudéssemos ainda ter minimizado o tranco que representou para a cadeia de suprimentos automotivos a passagem da legislação”, disse.

Assista a entrevista de Luis Chain para a ABTV:



Tags: Cummins, caminhões, MAN Latin America, Proconve, Euro 5, Proconve, P7, Luis Chain.

Comentários

  • Fabio Nogueira

    segundo semestre recupera !!!

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência