Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Metalúrgicos param Dutra por mais de 1 hora em São José
Manifestação ocorreu na manhã desta quinta, 2, nos dois sentidos da rodovia (foto: divulgação)

Trabalho | 02/08/2012 | 14h34

Metalúrgicos param Dutra por mais de 1 hora em São José

Operários da GM pedem manutenção do emprego em fábrica ociosa

REDAÇÃO AB

Na manhã desta quinta-feira, 2, entre as 6h20 e as 7h30, os metalúrgicos da General Motors de São José dos Campos (SP) ocuparam a Rodovia Presidente Dutra na altura do quilômetro 141. Atearam fogo em pneus e esticaram faixas contrárias ao ministro da Fazenda, Guido Mantega. Como resultado houve congestionamento de 13 km na pista Rio-São Paulo e de 9 km no sentido oposto.

O bloqueio da estrada foi feito por trabalhadores do setor MVA (Montagem de Veículos Automotores), onde é montado atualmente só o Classic, depois do recente encerramento da produção de Meriva, Zafira e Corsa. Também como forma de protesto, eles interromperam mais uma vez a produção do setor que, segundo o Sindicato dos Metalúrgicos, só retorna na manhã do dia 3. Os funcionários da linha onde é montada a picape S10 também permaneceram parados em frente à fábrica. Os metalúrgicos tentam atrair a atenção da presidente da República, Dilma Rousseff, pedindo a ela que intervenha contra a possível demissão em massa de até 2 mil trabalhadores.

A General Motors já reduziu drasticamente a produção do Classic. A partir da sexta, 3, o volume cairá de 375 para 80 veículos por dia. Segundo o sindicato, a empresa pretende acabar definitivamente com a produção do Classic em São José dos Campos, passando a importar, da Argentina, 6 mil unidades por mês.

Também de acordo com o sindicato, desde o dia 1º a GM começou a esvaziar o MVA, o que confirmaria as denúncias de que a empresa vai desativar por completo o setor e demitir até 2 mil trabalhadores a qualquer momento. A pedido do sindicato, a empresa concedeu licença remunerada neste dia 2 para os 7,2 mil trabalhadores da planta.

O Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região enviou pedido de agendamento de reunião com a presidente e também uma carta à governante, relatando a realidade vivida pelos trabalhadores da fábrica. Às 18 horas da quinta o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, recebe líderes sindicais no Palácio dos Bandeirantes e no sábado haverá reunião entre representantes do sindicato, da GM, do governo do Estado, do Ministério do Trabalho e Emprego e da Prefeitura de São José dos Campos (leia aqui).



Tags: Dilma Rousseff, Guido Mantega, MVA, Classic, Geraldo Alckmin, sindicato, São José dos Campos.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência