Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Importados | 30/07/2012 | 16h46

Mazda desiste de exportar veículos do México para o Brasil

E planeja montar modelos aqui a partir de 2014 em fábrica terceirizada

REDAÇÃO AB

A Mazda desistiu do plano de exportar automóveis produzidos no México para o Brasil, devido à restrição para veículos importados promovida pelo governo brasileiro, segundo o jornal japonês Nikkei, citado pela Dow Jones. De acordo com a publicação, a montadora japonesa concluiu que os automóveis produzidos no México não teriam um preço competitivo no Brasil.

No ano passado, durante o Salão do Automóvel de Frankfurt, o presidente mundial da Mazda, Takashi Yamanouchi, confirmou para este ano o retorno da marca ao Brasil a partir da exportação dos veículos do México (leia aqui). Mas em março o governo brasileiro impôs cotas máximas anuais de importação de veículos mexicanos com isenção de imposto de importação e sem cobrança do adicional de IPI de 30 pontos porcentuais. O cálculo foi feito com base nos volumes importados nos três anos anteriores.

Segundo o jornal Nikkei, o plano da Mazda agora é iniciar a produção no Brasil a partir de 2014. Atualmente a montadora está em fase de negociação com uma empresa brasileira para terceirizar a produção de mais de 70 mil unidades em uma fábrica localizada em São Paulo. O modelo de produção de baixo custo da japonesa será introduzido nessa parceira, que vai montar e vender compactos.

Atualmente, a Mazda fabrica automóveis para as Américas do Norte e Central em uma unidade no México, que divide com a Ford. Mas essa fábrica será fechada no mês que vem. Simultaneamente, está construindo uma nova fábrica no país, que deve ter capacidade inicial de produção de 140 mil unidades por ano. Os veículos que seriam exportados para o Brasil viriam desta nova planta.



Tags: Mazda, cota, México, importação, IPI.

Comentários

  • edson

    poxa mas q. noticia triste pois tenho um mazda626 1.998 em excelente estado todo orig.na esperança de um dia comprar um zero km se em 98 já tinha uma tecnologia ótima imagine agora em 2.014 mas continuo na esperança na FÈ.

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência