Automotive Business
  
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Negócios | 19/06/2012 | 19h17

Moura planeja produzir baterias para motos

Produção deve iniciar em 2014 em Pernambuco

SUELI REIS, AB

De olho na demanda do mercado de reposição de duas rodas, a fabricante de baterias Moura planeja produzir baterias para motocicletas no Brasil até 2014, em seu complexo industrial localizado em Belo Jardim, a 184 km de Recife (PE), onde fabrica todos os produtos de seu portfólio automotivo. Apesar de as operações brasileiras neste segmento ainda estarem em fase embrionária, a estratégia de entrar no mercado de duas rodas já começou: a companhia iniciou em abril o fornecimento de baterias para motos no Brasil, que chegaram primeiro no Rio Grande do Norte, Paraíba e Pernambuco, na Região Nordeste, que mais consome motocicletas no País. Neste mês será a vez de São Paulo. Em 2013, o produto chegará gradualmente em todo o País, informa a Moura.

Segundo o consultor de Organização da Baterias Moura, Rafael Campêlo, as baterias da linha Moura Moto que estão disponíveis no mercado brasileiro são importadas, produzidas pela Yacht Company, do Vietnã, especialista em baterias para motocicletas. Ele conta que as baterias são produzidas em linha homologada pela Moura, após longo período de análise e visitas de gestores da fabricante brasileira. “Buscamos parcerias internacionais com capacidade para atender nossos rigorosos critérios de qualidade. Era, portanto, fundamental que este parceiro garantisse a fabricação do produto para motocicletas com o mesmo nível de qualidade dos demais produtos Moura. A Yacht está em franco processo de expansão e com produção voltada para o mercado ocidental, principalmente Estados Unidos e Canadá.”

Disponíveis em 21 modelos, as baterias Moura Moto chegam em duas versões, a AGM/VRLA, livre de manutenção, e a ventilada, que permite manutenção. Ambas atendem todos os modelos de motocicletas e scooters produzidos no País, segundo a empresa. Também atendem quadriciclos e jet skis.

MERCADO SUSTENTÁVEL

Com a linha de baterias para motocicletas, a meta da Moura é atingir até o fim deste ano 5% de participação do mercado de reposição em São Paulo, algo como 100 mil baterias, informa Campêlo. Sobre sua participação no mercado nacional, a empresa prefere não revelar.

Para atender a demanda crescente do segmento no mercado de reposição, a estratégia da companhia consiste em expandir seus pontos de vendas dos atuais 200, considerando apenas os Estados do Nordeste, para 3 mil. Atualmente, a rede credenciada conta com cerca de 20 mil pontos de venda, que comercializam os demais produtos da marca, baterias automotivas, tracionárias, estacionárias e náuticas.

A linha de baterias para motos também entrará no programa de logística reversa, criado há mais de dez anos e que hoje recicla 100% de sua produção. O sistema funcionará da mesma maneira que os demais segmentos: a sucata será entregue pelo revendedor à rede de distribuição e, posteriormente, encaminhada para reciclagem na fábrica de Belo Jardim.



Tags: Motocicletas, Moura, bateria, Rafael Campêlo.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência