Automotive Business
  
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Negócios | 11/06/2012 | 19h50

Hyundai Brasil e Caoa dividirão o mesmo espaço no Salão do Automóvel de São Paulo

Estande no evento dobra e reforça união

PEDRO KUTNEY, AB

Quem visitar o próximo Salão do Automóvel de São Paulo, no Anhembi, em outubro próximo, verá um estande da Hyundai bastante crescido, com pouco mais de 1,8 mil metros quadrados, ou quase o dobro da área ocupada em eventos anteriores. Este ano, pela primeira vez, a Hyundai Brasil, que no segundo semestre começa a produzir carros em sua nova fábrica de Piracicaba (SP), compartilhará o mesmo espaço com seu importador oficial no País, o Grupo Caoa, que também monta sob licença alguns veículos da marca coreana em Anápolis (GO) desde 2008 – e este mês anunciou em comercial na TV da Paraíba investimento em outra unidade de produção naquele Estado (leia aqui).

No mesmo espaço montado no Anhembi, além dos modelos importados ou montados aqui pelo Grupo Caoa, a Hyundai vai lançar oficialmente o hatch HB, modelo derivado do i20 projetado para ser o primeiro carro da marca fabricado no Brasil, que deverá ser a principal atração do estande no salão paulista.

O arranjo mostra que a união entre o Grupo Caoa e a Hyundai é bem mais forte do que tem sido especulado na imprensa, que várias vezes nos últimos anos veicula notícias sobre a separação das empresas, com a possível compra dos negócios do empresário Carlos Alberto de Oliveira Andrade. Se isso um dia acontecer, deve demorar, dado o elevado grau de dependência da Hyundai com a Caoa, que já tem fábrica própria e, principalmente, rede de concessionárias já estabelecida, o que leva alguns anos para construir.

Segundo algumas fontes, o contrato atual entre as partes estabelece que o Grupo Caoa tem a exclusividade de fabricação e venda de qualquer modelo Hyundai com motorização acima de 2 litros, justamente os que são montados em Anápolis. Todos os modelos com motor abaixo disso poderiam, em tese, ser negociados em rede de concessionárias independente da Caoa, mas para isso a Hyundai ainda precisa percorrer um longo caminho para formar sua malha de distribuição, o que não foi feito até agora. Portanto, nesse momento o custo para isso parece não valer a pena para a Hyundai, que deverá continuar a usar a já bem estabelecida rede de Andrade para vender todos os carros da marca, sejam eles importados ou fabricados em Piracicaba ou Anápolis.

Ao menos por enquanto, os laços entre Hyundai e Caoa parecem bem atados. Executivos de ambas as empresas têm encontros constantes e traçam estratégias em comum para os próximos anos, como mostra o caso do estande expandido no próximo Salão do Automóvel.



Tags: Hyundai, Caoa, Salão do Automóvel, Piracicaba, Anápolis.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência