Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Crédito | 22/05/2012 | 15h37

BB reduz juros para veículos pela terceira vez

E aumenta limite financiável para 100% do valor

REDAÇÃO AB

O Banco do Brasil anunciou a terceira redução de taxas de juros para aquisição de veículos em menos de 60 dias. Segundo comunicado divulgado nesta terça-feira, 22, as taxas para financiamento de veículos novos, que variavam de 0,95% a 1,99% ao mês, com taxa média de 1,29%, agora passam para 0,77% a 1,79% ao mês, com taxa média de 1,09%. Contudo, essas linhas não serão oferecidas no varejo, nas concessionárias ou revendas, mas apenas para clientes do banco.

Outra medida anunciada pelo BB é a ampliação do limite financiável para até 100% do valor do veículo com prazo máximo de 58 meses - o plano de 60 parcelas sem entrada não foi reintroduzido poque o depósito compulsório para esta operação continua elevado, em 150% do capital financiado. O financiamento mais longo e sem entrada, no entanto, só está disponível para clientes com bom histórico de pagamentos e aquisição de modelos zero-quilômetro.

A nova redução de juro do banco estatal, que vigora a partir da quinta-feira, 24, reflete as medidas anunciadas na segunda-feira, 21, pelo governo federal para estimular o consumo de automóveis, diz o comunicado. As novas taxas de juros serão oferecidas até 30 de junho, acompanhando a alteração nas regras para liberação de depósitos compulsórios anunciada pelo Banco Central por meio da resolução 3594, que injetou cerca de R$ 18 bilhões no mercado de crédito para veículos - R$ 2 bilhões extras só para o BB.

Para o vice-presidente de negócios de varejo do BB, Alexandre Abreu, a redução nas taxas de juros se somará a outras medidas anunciadas pelo governo para reduzir o custo dos financiamentos de veículos. “Nossa expectativa é que as prestações dos financiamentos de veículos no BB tenham uma redução significativa com esta nova diminuição das taxas de juros, somada aos benefícios com a alteração no IOF e as mudanças no IPI, que irão reduzir o custo final de aquisição dos veículos”, declarou em nota.

O Banco do Brasil também informou que já está preparado para operar com as novas condições das linhas de crédito do Programa de Sustentação do Investimento (PSI), do BNDES, destinadas a pessoas jurídicas, tão logo ocorra a normatização. A redução vigora até 31 de agosto e tem o objetivo de apoiar a indústria automotiva de caminhões e ônibus (leia aqui).



Tags: Financiamento, veículo, crédito, juros, taxas, banco, IOF, IPI, PSI, Alexandre Abreu.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência