Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Mercado e Negócios | 24/04/2012 | 01h25

Usiminas teve prejuízo de R$ 37 milhões no 1º trimestre

Produção de aço bruto foi de 1,67 milhão de toneladas

Agência Estado

Redação AB

Fernanda Guimarães registra na Agência Estado que a Usinas Siderúrgicas de Minas Gerais (Usiminas) registrou prejuízo líquido de R$ 37 milhões no primeiro trimestre de 2012, ante lucro de R$ 16 milhões no mesmo período do ano passado. O Ebitda (lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização) ficou em R$ 190 milhões de janeiro a março deste ano, queda de 43,6% na mesma base de comparação. A margem Ebitda ficou em 6,6%, recuo de 4,4 pontos porcentuais ante 11% no primeiro trimestre de 2011. A receita líquida da companhia foi de R$ 2,886 bilhões, o que representa uma queda de 5,78% sobre igual intervalo do ano passado.

Segundo a jornalista, a produção de aço bruto da companhia no primeiro trimestre do ano atingiu 1,672 milhão de toneladas, volume que representa uma queda de 6,2% em relação ao mesmo período de 2011. Na comparação com o último trimestre de 2011, o aumento foi de 10,8%.

Já as vendas de aço no mesmo período somaram 1,512 milhão de toneladas, queda de 4,8% em relação a igual intervalo do ano passado. Em relação ao trimestre imediatamente anterior, o aumento foi de 12,8%. Do total das vendas no primeiro trimestre, 82,4% foram destinados ao mercado interno. Do total exportado, os Estados Unidos foram o principal destino do produto, com 35%.

Ainda no período de janeiro e março, a produção de minério de ferro somou 1,854 milhão de toneladas, crescimento de 19,3% ante o mesmo trimestre de 2011. Ante o quarto trimestre do ano passado, a alta foi de 11,4%.

As vendas de minério de ferro atingiram 1,73 milhão de toneladas no período, crescimento de 38,6% na comparação com o primeiro trimestre de 2011 e aumento de 24,7% ante o quarto trimestre de 2011. Desse total de vendas, 72,4% foram para a própria operação da Usiminas.

A dívida líquida da Usiminas ficou praticamente estável ao fim do primeiro trimestre do ano na comparação com o fim de 2011. Em 31 de março, o endividamento líquido estava em R$ 3,941 bilhões, ante a dívida de R$ 3,926 bilhões no dia 31 de dezembro de 2011. Já o endividamento total da companhia ao fim do trimestre era de R$ 8,775 bilhões, o que representou uma queda de 4% ante o total registrado ao fim do ano passado (R$ 9,117 bilhões).



Tags: Usiminas, siderurgia, aço, minério de ferro.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência