Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Mercado e Negócios | 18/04/2012 | 18h50

Audi confirma nova fábrica no México

Local será escolhido este ano; operações começam em 2016

Automotive Business

Redação AB

Não é novidade que a Audi tem o ambicioso plano de se tornar a maior produtora de carros de luxo do mundo e que para conseguir isso apostará suas fichas no rico mercado de consumo da América do Norte. Assim o Grupo Volkswagen, que comanda a marca, confirmou a escolha do México para ser o primeiro país da região a produzir modelos Audi. O anúncio foi feito nesta quarta-feira, 18, após reunião entre dirigentes do grupo. De acordo com o site Automotive News, eles optaram pelo país por estar próximo à fábrica da VW de Chattanooga, no Estado americano de Tennessee. Inaugurada no ano passado, a planta produz o VW Passat.

Mas mais do que isso. Uma vez no México, os Audi não pagarão os 10% de imposto de importação cobrados nos Estados Unidos para veículos vindos da Europa. Igualmente, a marca estará mais bem posicionada para enviar veículos para América do Sul, principalmente ao Brasil.

A decisão é vista como positiva pelo executivo-chefe da Audi, Rupert Stadler. Ele confirmou que será fabricado um utilitário esportivo (o Q5, segundo a revista alemã Der Spiegel) no México a partir de 2016 e que o local para a unidade será escolhido ainda este ano.

“A Volkswagen conhece muito bem o México”, avalia Warren Browne, vice-presidente de desenvolvimento de negócios da consultoria AutomotiveCompass. Ele acredita que, com a longa experiência do país no setor, o fabricante poderá produzir veículos de luxo de alta qualidade, assim como as concorrentes BMW e Mercedes-Benz têm feito nos Estados Unidos.

Atualmente, a Volkswagen produz o Jetta e New Beetle na Cidade do México. A montadora planeja inaugurar em 2013 uma fábrica mexicana de motores, com capacidade para 300 mil unidades/ano, na cidade de Silao.

O GRUPO VW NA AMÉRICA DO NORTE

A unidade mexicana fortalecerá as perspectivas de vendas do Grupo Volkswagen na região. Além disso, fortalecerá a participação da própria Audi nos Estados Unidos. A marca registrou ganho de 16% nas vendas no país em 2011, com 117.561 unidades comercializadas. A estratégia também faz parte do plano do grupo de abocanhar a liderança do mercado global de veículos até 2018, quando pretende vender 10 milhões de veículos por ano, o que representa quase 2 milhões a mais do que em 2011.



Tags: Audi, México, Volkswagen, Q5, Passat, Jetta, Chattanooga, Tennessee, Rupert Stadler.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência