Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Mercado e Negócios | 18/04/2012 | 17h06

Audi fecha negócio e arremata Ducati por € 860 milhões

Fabricante de motos tem grande know-how em motores compactos

Automotive Business

A Audi, marca de perstígio do Grupo Volkwagen, comprou a fabricante italiana de motocicletas Ducati. Segundo fontes de mercado, o valor da negociação foi de € 860 milhões, conforme antecipado por Automotive Business terça-feira, 17. A aquisição beneficia a Audi pelo know-how da Ducati na produção de motores compactos e potentes. Considerando a Lamborghini e a Italdesign, este se tornou o terceiro pilar da Audi AG no norte da Itália.

O presidente do Conselho de Administração da Audi AG, Rupert Stadler, afirmou: “A Ducati é conhecida como uma marca premium entre os fabricantes de motos e tem uma longa tradição de construção de motocicletas esportivas. Tem grande experiência em motores de alto desempenho e de construção leve e é um dos fabricantes mundiais de motocicletas mais rentáveis. Isso fez da Ducati uma excelente opção para Audi.”

O presidente do conselho geral da Audi AG, Peter Mosch, também comemora a aquisição: “Todos na Audi estamos ansiosos para trabalhar com os novos colegas da Ducati ", comentou. A Ducati produz motos em Bolonha e em uma fábrica própria fábrica na Tailândia.

Também mantém sua presença em mercados estratégicos. A Ásia comprou 42 mil unidades em 2011, gerando uma receita de € 480 milhões. No Brasil, as Ducati são vendidas pelo Grupo Izzo. Alguns especialistas de mercado estão tomando a aquisição como uma atitude caprichosa, comparando as motos Ducati a novos bibelôs na praleteleira de produtos da Volkswagen.



Tags: Audi, Grupo Volkswagen, Ducati, Peter Mosch, Rupert Stadler.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência