Automotive Business
  
ABLive

Notícias

Ver todas as notícias

Autopeças | 11/04/2012 | 20h00

Fornecedores brasileiros na mira da Chery

Montadora despertou interesse inusitado de autopeças no Fórum Automotive Business

Redação AB

Redação AB

Foi uma surpresa. Mais de oitenta empresas de autopeças e serviços procuraram os representantes da Chery Brasil durante workshop de relacionamento promovido por Automotive Business no III Fórum da Indústria Automobilística, dia 9 de abril, no WTC Golden Hall, em São Paulo, que teve a participação de 945 profissionais de montadoras, da cadeia de suprimentos, serviços, entidades e governo.

A companhia asiática está em busca de fornecedores locais. “Temos inúmeras oportunidade para sistemistas e fabricantes de autopeças”, disse Wang Pei, gerente de compras da Chery Brasil. A aproximação ocorre há algum tempo e está se intensificando. “Já estávamos em contato com alguns dos mais importantes fornecedores brasileiros nos quais tínhamos muito interesse, mas sempre encontrávamos muita dificuldade para marcar reuniões. Pudemos conversar diretamente com essas empresas no fórum. Foi ótimo”.

A Chery está construindo fábrica em Jacareí (SP) e, com o propósito de cumprir a exigência de um grau expressivo de nacionalização para abatimento nos 30 pontos extras do IPI, pretende montar parcerias com fornecedores nacionais. A montadora está programando um Chery Day na sede do Sindipeças, em São Paulo, para aproximar a montadora de potenciais fornecedores.

DEBATES

Luis Curi, CEO da Chery Brasil, participou de painel de debates durante o fórum com o propósito de analisar os novos cenários para o mercado automotivo no País e apresentar as estratégias da marca chinesa ante a nova etapa do regime automotivo. Ele explicou que a empresa persegue o nível de 65% de conteúdo local em seus veículos desde o começo do projeto. “Essa meta é totalmente factível, vamos persegui-la”, afirmou.

Curi esclareceu que a decisão de construir a planta em Jacareí não tem relação com o aumento do IPI determinado pelo governo no ano passado sobre importados, mas foi fruto de três motivos estratégicos: reduzir o tempo entre o pedido e a entrega dos carros, diminuir a exposição cambial e melhorar o grau de confiança do consumidor.



Tags: Chery, Sindipeças, Fórum da Indústria Automobilística, Luis Curi, cadeia de suprimentos.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência