Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Mercado e Negócios | 10/04/2012 | 22h55

Sinotruk: fábrica no Brasil começa com montagem em CKD

Montadora visa a 65% de conteúdo local em 3ª fase

Redação AB

Redação AB, com informações da Sinotruk e Valor Econômico
Atualizado em 11 de abril, às 12h30

A Sinotruk Brasil, subsidiária da fabricante chinesa de caminhões, assinou na tarde de terça-feira, 10, com o governo de Santa Catarina um protocolo de intenções que prevê investimento de R$ 300 milhões para a construção de uma fábrica na cidade de Lages. A empresa também assinou um acordo para a criação de uma joint venture com o grupo China National Heavy Duty Truck Group Corporation (CNHTC), dono da marca Sinotruk. Os representantes das empresas anunciaram o início das exportações de 2 mil caminhões para a Sinotruk Brasil, que será a primeira fase do projeto, enquanto a unidade de Lages é instalada.

A cerimônia ocorreu em São Paulo, com a presença do vice-presidente do grupo CNHTC, Liu Wei, do presidente da Sinotruk Co, Ma Chunji, do presidente da Sinotruk Brasil, Jack Zhang, do seu diretor geral, Joel Anderson, do governador de Santa Catarina, Raimundo Colombo, e do prefeito de Lages, Renato Nunes de Oliveira. A informação é do jornal Valor Econômico assinada por Vanessa Jurgenfeld e Marli Lima.

A Sinotruk não concedeu entrevistas. O presidente da empresa estatal SC Parcerias, Paulo César da Costa, que negociou a chegada da empresa, informou que a fábrica deve demorar 18 meses para estar totalmente concluída. Segundo comunicado da Sinotruk divulgado na manhã desta quarta-feira, 11, e da nota oficial do governo de Santa Catarina, nesse primeiro momento, haverá somente a importação de caminhões, enquanto a unidade em Lages é instalada. Na segunda fase do processo, acontece a importação de peças, produzidas pela fábrica matriz, na China, para a montagem dos caminhões em regime de CKD. A fábrica espera contratar 400 funcionários para essa etapa.

Na terceira fase, a Sinotruk projeta nacionalizar pelo menos 65% dos fornecedores de peças que compõem o veículo, informa a empresa em nota, acrescentando que a fábrica terá capacidade inicial para a montagem de 5 mil caminhões por ano nos primeiros doze meses, com projeção para chegar a 8 mil unidades por ano no médio prazo. A expectativa é de que nesta fase a fábrica conte com 1,1 mil trabalhadores e faturamento de R$ 1 bilhão.

MUDANÇA DE PLANOS

O fabricante chinês havia montado um escritório comercial no Paraná e estava em negociações com o governo paranaense para se instalar naquele Estado. O próprio governo do Paraná dava como certa a atração do investimento da chinesa. No ano passado, por diversas vezes, o secretário da Indústria e Comércio do Paraná, Ricardo Barros, informou que as negociações estavam avançadas.

Consultado pelo Valor sobre o assunto, Barros respondeu que o governo de Santa Catarina “fez uma proposta irrecusável” de incentivo fiscal para que a fabricante de caminhões se instale em Lages. Mas ainda não se deu por vencido. “Por enquanto, ela está indo para lá, porque a secretaria da Fazenda do Paraná ainda não respondeu à proposta”. Já o secretário-executivo de Assuntos Estratégicos de Santa Catarina, Paulo Cesar da Costa, informou que foram mais de seis meses de negociações com a Sinotruk em diversas reuniões técnicas, onde foram esclarecidos os detalhes do projeto. Segundo o governo catarinense, o documento assinado entre a empresa e o estado assegura os incentivos fiscais previstos pelas leis estaduais e municipais.

A Sinotruk é representada no Brasil pela importadora Elecsonic, que tem escritórios em Campina Grande do Sul, região metropolitana de Curitiba, desde 2008. Nos primeiros três meses de 2012 a marca comercializou 244 caminhões, dos quais 73 foram em março, segundo dados da Fenabrave, e obteve 0,66% de participação no segmento, em sétimo lugar no ranking de emplacamentos, atrás da Scania, que registrou a venda de 2.310 unidades, e à frente da Agrale (161) e International (125).


Na mesa, da esquerda para direita: Liu Wei, vice-presidente do grupo CNHTC, Ma Chunji, chairman do grupo Sinotruk, Jack Zhang, presidente da Sinotruk Brasil e Joel Anderson, diretor geral da Sinotruk Brasil, assinam acordo de joint-venture entre CNHTC e Sinotruk Brasil. Atrás, da esquerda para direita, representantes do governo da província de Shandong, o governador de Santa Catarina João Raimundo Colombo, o prefeito de Lages, Renato Nunes de Oliveira, e demais autoridades locais.



Tags: Sinotruk, caminhões, Scania, Agrale, International, CNHTC.

Comentários

  • kleber arruda vieira

    ola;caros politicos espero que a sinotruk venha para lages mesmo;e que não ´fique na promessa porque estamos em ano eleitoral, foi bem assim em ano politico que fizeram a promessa da fabrica da zf se instalar em lages e ate agora nada acham que os lageanos são idiotas vamos dar o troco (na hora do voto) vamos lembrar na hora de votar......

  • josias branco

    ola,fiko muito feliz por mais uma empressa a se estalar na minha cidade,quelages prospere mais e mais.abraço.

  • junior matos

    Olá boa tarde! parabéns por este grande investimento, o Brasil agradece, sucesso.

  • mauro taveira

    ola gostaria que realmente esta fabrica fosse montada mesmo pois,tenho um sinotruk ano 201o e espero adquirir mais algumas unidades para minha transportadora M.T.Transportes,e guinchos .me dr- mauro taveira oab-212 -palmas Tocantins -T.o

  • Ananias Barbosa

    Gostei da noticia sou mecânico e gostei da novidade

  • Gilson Alves da silva

    Ola gostei de saber que a Sinotruk se instalara em Santa Catarina

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência