Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Motociclos | 05/04/2012 | 17h28

Motocicletas ficaram de fora dos incentivos

Direção da Abraciclo critica regime automotivo

Mário Curcio, AB

Mário Curcio, AB

Desde a primeira quinzena de março, José Eduardo Ramos Gonçalves (foto) ocupa a diretoria da Abraciclo, a associação que reúne fabricantes de motos e bicicletas. O executivo assumiu o posto de Moacyr Paes, agora assessor da presidência da entidade.

Nesta quinta-feira, em entrevista coletiva realizada pela associação, Gonçalves queixou-se da postura do governo por não beneficiar os fabricantes de motos com a nova política industrial: “O setor de duas rodas não recebeu nenhum tipo de incentivo.”

Ele acredita, porém, que o governo esteja aberto ao diálogo e garante que a Abraciclo será atuante em defesa do segmento. Gonçalves faz hoje parte da Abraciclo por sua experiência no setor automotivo. Atuou na Scania do Brasil, na Fenabrave e foi gerente das associações de marca Abravo (Volvo) e Abrahy (Hyundai). O executivo atuou como jornalista de economia e negócios na Gazeta Mercantil por dez anos, foi editor-chefe e colunista da revista Forbes Brasil.

No dia 18 de abril haverá eleições na Abraciclo e a escolha de um novo presidente. O atual, Roberto Akiyama, deixará o cargo.



Tags: Abraciclo, José Eduardo Ramos Gonçalves, Scania, Fenabrave, Abravo, Abrahy.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência